Marina Ruy Barbosa em capa A Escudeira estilo Vikings

A ESCUDEIRA - NOVOS RUMOS

Conto

star 05 min | Drama, Épico
Classificação: 14 anos
Formato: Conto
Produção: 4Elements & webtvplay
Autor: Marcos Vinícius da Silva
Gênero: Drama, Épico

Sinopse


Quatro anos depois.

Kaira fugiu da vila de Gudwangen após assassinar à sangue frio o oráculo. Algo a levou a perder toda a crença nos deuses. Encontrou refúgio na floresta de Bartingan, onde vive em uma cabana dentro do tronco de uma grande árvore. Quando uma perseguição cristã acaba por deixar em sua porta um misterioso guerreiro viking, o seu destino parece tomar um novo rumo. Um sentimento aflora em seu peito e ela retoma sua crença decidindo lutar pelo seu povo novamente.


Curiosidades


1 - Este conto antecede a segunda temporada da série A Escudeira de Gudwangen, exibida em 2020 na CyberTV e na DNAtv. A sequência para acompanhar a história é:
  • A Escudeira (conto premiado), disponível na webtvplay, CyberTV e DNAtv.
  • A Escudeira de Gudwangen (série), disponível na CyberTV e DNAtv.
  • A Escudeira - Novos Rumos (este conto, antecedendo a segunda temporada da série).


espaço






Clique para ver descrição

KAIRA

Kaira, cabelos de fogo (Marina Ruy Barbosa)

Quatro anos se passaram desde os eventos acontecidos na vila de Gudwangen. A jovem e tempestuosa escudeira Kaira passou por maus bocados. Perdeu pessoas próximas e fugiu da vila após assassinar o oráculo. Junto desta fuga, perdeu sua crença nos deuses e encontrou refúgio na floresta de Bartingan, rodeada de cristãos querendo dominar o mundo. Hoje, uma mulher, acaba por sentir algo que nunca presenciou. Um sentimento profundo acaba por aflorar em seu peito após conhecer o jovem guerreiro Odinsheir Lodbrok, descendente do eterno viking Ragnar. Será ela capaz de lidar com este sentimento, retomar sua crença e encarar o que o futuro lhe reserva?

ODINSHEIR

Odinsheir Lodbrok(Christian Hillborg)

Jovem guerreiro viking, filho de Hvitserk Lodbrok com uma camponesa cristã e descendente de Ragnar Lodbrok. Seu pai o desconhece, mas sua mãe fez questão de dar o seu sobrenome à ele e lhe mostrar quem ele realmente é. Embora não reconhecido, Odinsheir carrega o orgulho de carregar o nome do famoso viking Ragnar. Parece ter herdado sua bravura e destreza e também sua coragem de buscar pelo novo e desconhecido. Também leva consigo uma peculiar característica: olhos azuis cintilantes que se tornam azul "tormenta" quando se lembra ou vive momentos de tensão.






Troféu Mundo Virtual

Melhor Conto Independente
Melhor Texto Literário

Destaques Backstage

Melhor Conto
Melhor Estrutura Literária
Relacionados

0 comentários: