E Vamos à Luta - Capítulo 37 - Final

    0:00 min       E VAMOS À LUTA!     NOVELA
26:00 min    

WEBTVPLAY APRESENTA
E VAMOS À LUTA!
Novela escrita por
Débora Costa

BASEADA NA OBRA 'A FÁBRICA', DE GERALDO VIETRI
Colaboração
Tainá Andaluz

Revisão de Texto
Cristina Ravela
Marcelo Delpkin

Direção
Wellyngton Vianna

Núcleo
Cyber TV

Personagens desse capítulo
Alex
Alfredo
Amanda
Ângela
Bruno
Camila
Célia
César
Clarice
Daniel
Denise
Eduarda
Erasmo
Fábio
Gabriel
Isadora
Ivan
José
Josivaldo
Juliana
Kira
Liz
Lúcia
Manuela
Marta
Nicolas
Otaviano
Patrícia

© 2020, CyberTV.
Todos os direitos reservados.
Capítulo 37 de 37

Cena 1/Ext./Mansão Camargo/Jardim/Dia.

Marta chama por Augusto, o procurando.

MARTA

(sorri) Isso não é hora de brincar de esconde-esconde, Augusto, vamos tomar café.

Marta para de andar, sorri, coloca a mão na cintura, vê um papel no chão, se abaixa, pega o papel, começa a ler em voz alta.

MARTA

Liz, tive que levar o seu filho, Alex o quer de qualquer jeito... (voz embargada) vou cuidar dele... Kira.

Marta fica preocupada, chora, entra correndo.

Cena 2/Int./Mansão Camargo/Sala de Jantar/Dia.

Liz e Alejandro estão tomando café.

ALEJANDRO

Ontem você chegou e nem falou comigo direito.

LIZ

Eu precisava pensar.

ALEJANDRO

Em que?

LIZ

Na minha decisão.

ALEJANDRO

(preocupado) E o que você decidiu?

Marta entra correndo, nervosa, chamando por Liz, que se levanta, assustada. 

LIZ

O que aconteceu?

MARTA

(chora) O Augusto...

LIZ

(preocupada) O que aconteceu com o meu filho? Fala logo, Marta.

MARTA

A Kira levou ele.

Alejandro se levanta, Marta entrega o bilhete para Liz, que se desespera ao ler.

LIZ

(nervosa; chorando) Como ela entrou aqui? Isso não pode estar acontecendo.

ALEJANDRO

(preocupado) Liz, fica calma/

LIZ

(nervosa) Como vou ficar calma, se aqui ela fala que Alex quer o meu filho! Você sabe do que ele é capaz e ele jurou se vingar de mim!

Liz chora inconsolável, Marta não sabe o que fazer.

ALEJANDRO

Vamos avisar a polícia.

MARTA

Agora não, se Alex quer atingir Liz, ele vai entrar em contato, e colocar a polícia nisso pode ser perigoso para o Augusto.

LIZ

Eu vou esperar meia hora, se eu não tiver notícias do meu filho, eu vou chamar a polícia!

Liz chora, Alejandro a consola. 

Cena 3/Int./Casa de Denise e Josivaldo/Sala/Dia.

Clarice e Denise entram, Josivaldo se aproxima. Clarice o olha com raiva.

CLARICE

Por sua causa eu fiquei mofando na cadeia!

JOSIVALDO

Por minha culpa não, foi você que atropelou o Renato, e foi você que tentou roubar a Liz.

DENISE

Eu não quero que vocês briguem mais.

CLARICE

Denise, eu não quero ficar aqui!

JOSIVALDO

E vai para onde? Debaixo da ponte?

CLARICE

Deve ser melhor do que aqui.

DENISE

(triste) Isso nunca vai ter fim? Mamãe... Poxa, eu quero muito te ajudar, e quero que você e o meu marido parem de brigar, por mim e pelo meu bebê.

JOSIVALDO

Denise/ (pensativo) Bebê?

DENISE

(sorri) Sim, eu estou grávida.

Clarice fica feliz, mas disfarça, Josivaldo abraça e beija Denise.

JOSIVALDO

(feliz) Meu amor! Isso é maravilhoso!

DENISE

(sorri) Eu sei, e por isso eu gostaria que a minha mãe ficasse aqui.

CLARICE

Denise, eu sempre fui uma mãe horrível.

DENISE

Mas pode ser uma boa avó, e tentar mudar esse seu jeito interesseiro. 

JOSIVALDO

É ruim hein, isso ai vai morrer sendo uma cascavel.

CLARICE

Tá vendo porque eu não queria que você se casasse com ele, Denise? Agora o meu neto vai ter um primata como pai.

DENISE

(sorri) Então você aceita ficar aqui?

CLARICE

Eu fico, mas quero seu marido bem longe de mim, e outra coisa, não sou amiga dos pobres e nunca vou ser.

JOSIVALDO

Mas vai deixar de ser perua, porque para ficar aqui você vai ter que trabalhar.

Clarice e Josivaldo começam a discutir, Denise se senta, sorri balançando a cabeça negativamente. 

Cena 4/Int./Mansão Camargo/Quarto de Augusto/Dia.

Liz está segurando um brinquedo de Augusto, está aflita, o celular toca. Marta e Alejandro entram apressados, Liz atende.

LIZ

Alô.

ALEX

(V.O) Esse moleque é muito insuportável, Liz.

LIZ

(nervosa) Alex, eu faço o que você quiser, mas devolve o meu filho!

ALEX

(V.O; ri) A única coisa que eu quero é me vingar de você, e isso já estou fazendo, aliás, vou fazer, mas não sei como, me fala: Seu filho sabe nadar?

LIZ

(chora) Alex... Por favor, sou eu quem você odeia, é de mim que você quer se vingar, então me deixa ficar no lugar dele.

ALEX

(V.O) Assim não vai ter graça, você vai sofrer menos, e eu quero que você sofra muito antes do tiro de misericórdia. 

LIZ

Eu já estou sofrendo! O que você quer? Dinheiro?

ALEX

(V.O) Já falei que não, eu só quero acabar com você.

LIZ

Então me deixa ficar no lugar do Augusto, eu vou sozinha, e você deixa ele ir.

ALEX

(V.O) Você vem e eu decido o que fazer, mas você tem que estar realmente sozinha, ou então mato o menino antes da hora.

LIZ

Eu vou sozinha! Onde eu tenho que ir?

ALEX

Vai até a saída da cidade, te espero lá.

Alex desliga, Liz está nervosa.

MARTA

E aí?

LIZ

Eu vou me encontrar com o Alex.

ALEJANDRO

Eu vou com você.

LIZ

Não! Ele disse para eu ir sozinha e eu vou, não quero colocar a vida do meu filho em risco.

MARTA

É muito perigoso, Liz.

LIZ

Eu sei, mas não vou deixar ele fazer mal ao Augusto.

Liz vai saindo, Alejandro a segura.

ALEJANDRO

Ninguém vai me ver.

LIZ

Não! Por favor, fiquem aqui.

Liz sai, Alejandro pega o celular.

MARTA

O que você vai fazer?

ALEJANDRO

Chamar a polícia.

MARTA

É melhor não, eu vou falar com o Fábio.

ALEJANDRO

Ele vai ser mais um nervoso e sem saber o que fazer.

MARTA

Mas conhece muito bem Alex, e Fábio nunca fica de braços cruzados, vamos até lá falar com ele.

Marta e Alejandro saem. 

Cena 5/Int./Cativeiro de Augusto/Dia.

Kira está abraçada com Augusto em um canto da casa velha, Alex se aproxima.

ALEX

A Liz vai se encontrar comigo.

KIRA

Você vai devolver o menino?

ALEX

(frio) Vou... Mas não como ela o quer.

KIRA

Eu não vou deixar você fazer mal para ele!

ALEX

Você está liberada, Kira, e saia feliz, porque vai sair viva.

KIRA

Alex/

ALEX

(grita) Sai!

Augusto se assusta, segura a mão de Kira.

KIRA

Eu vou... 

ALEX

Ótimo vai antes que me arrependa de te deixar viva.

Kira vai saindo devagar, Augusto a olha com vontade de chorar, Kira olha em volta, não encontra nada para atingir Alex, abre a porta. Alex se aproxima de Augusto.

ALEX

Agora você vem comigo.

Kira empurra Alex, que cai no chão, segura a mão de Augusto, e sai correndo o levando. Alex se levanta com raiva, pega um revólver e sai atrás de Kira. 

Cena 6/Int./Casa de Fábio/Sala/Dia.

Marta e Alejandro estão conversando com Fábio.

FÁBIO

(nervoso) E só agora vocês me falam isso!

MARTA

Foi tudo muito rápido!

Fábio vai saindo apressado.

ALEJANDRO

Aonde você vai?

FÁBIO

Atrás do Alex e da Liz.

ALEJANDRO

Eu vou com você.

FÁBIO

Não! Se não fez nada até agora, não vai me atrapalhar.

Fábio sai, Alejandro e Marta se olham, preocupados. 

Cena 7/Ext./Estrada/Dia.

Kira e Augusto estão correndo, Augusto fica cansado.

AUGUSTO

Kira, vai mais devagar.

KIRA

Não pode, o Alex vai alcançar a gente.

AUGUSTO

Eu não aguento mais correr.

Kira pega Augusto no colo, continua correndo. Liz, que está vindo ao encontro deles, os vê, corre em direção deles, os alcança, pega Augusto de Kira, o abraça, chora.

LIZ

Meu amor, que bom que você está bem.

KIRA

(cansada; nervosa) Liz! A gente tem que continuar correndo. Alex está atrás da gente.

LIZ

O meu carro está logo ali.

KIRA

Então vamos logo!

Liz e Kira correm, ouvem um tiro, param assustadas. Alex se aproxima, está cansado, com raiva, as encara. 

ALEX

(ofegante) Fazer exercício faz bem... Agora a brincadeira acabou, eu quero o menino.

LIZ

Mas não vai ter!

Liz entrega Augusto para Kira, a olha nos olhos. 

LIZ

Leva ele para o Fábio.

ALEX

(nervoso) Não! Ele vem conosco.

LIZ

É a mim que você quer, estou aqui.

ALEX

(sorri) Até que isso está ficando divertido... Eu vou deixar a Kira levar o menino, e eu quero que você fale para todos que eu, Alex, venci, e que eles perderam.

KIRA

O que você vai fazer com a Liz?

Alex segura Liz pelo braço.

ALEX

O mesmo que fiz há muitos anos... Vai queimar, Liz.

Alex sai levando Liz, Kira corre em direção do carro de Liz, levando Augusto.

Cena 8/Ext./Mais Tarde/Mercadinho/Dia.

Manuela, Fábio, José, Lúcia, estão conversando.

JOSÉ

Eu já rodei tudo isso aqui e não vi nem sombra do Alex.

FÁBIO

(aflito) Eu também não, estou preocupado com meu filho e com a Liz.

Kira para o carro em frente ao mercadinho, Augusto desce correndo, abraça Fábio.

AUGUSTO

(chora) Eu quero a minha mãe.

Kira se aproxima.

FÁBIO

(nervoso) Você está por trás disso?

KIRA

Não! Eu tentei impedir Alex, mas não consegui.

LÚCIA

E a Liz, está onde?

KIRA

Eu não sei...

MANUELA

Não sabe mesmo, ou tá fingindo?

KIRA

Eu realmente não sei.

JOSÉ

Tenta lembrar, moça, a vida da dona Liz depende disso, você não ouviu nada?

KIRA

(pensativa) A única coisa que eu ouvi, foi o Alex falando para Liz, que iria fazer o que fez antes, e que ela iria queimar.

FÁBIO

A tecelagem! 

Fábio vai saindo correndo, volta.

FÁBIO

Dona Manu, cuida do meu filho, e José, chama a polícia e os bombeiros, manda direto para a tecelagem.

Fábio corre, todos olham Kira duvidando dela.

Cena 9/Int./Tecelagem Santa Isabel/Administração/Escritório de Liz/Dia.

Alex está jogando gasolina em tudo, Liz está com as mãos amarradas, e sentada no chão.

LIZ

Alex, não faz essa loucura, você não tem motivos para isso!

ALEX

Tenho e você sabe, já era para você ter morrido com o (sarcasmo) papai, aquele dia.

LIZ

Ele não era o seu pai.

Alex olha Liz, se aproxima dela. 

ALEX

Isso era o que você queria.

LIZ

Eu falei com a sua mãe... E ela me disse que gostava do meu pai, por isso inventou que você era filho dele, mas na verdade você é filho de um dos antigos operários daqui.

ALEX

(grita; raiva) Mentira!

Alex dá um tapa no rosto de Liz.

LIZ

Não é mentira! Sua mãe vai confirmar se você perguntar.

Alex puxa e segura o cabelo de Liz.

ALEX

Essa sua mentira não vai te livrar de morrer como eu quero!

Alex empurra Liz, que bate a cabeça na mesa, desmaia, Alex a observa.

ALEX

Que pena, queria tanto que você estivesse acordada.

Alex sai do escritório, tranca a porta, pega uma caixa de fósforos, acende um, olha a chama hipnotizado. 

ALEX

Vai queimar, irmãzinha... (ri).

Alex joga o fósforo no chão, parte da administração começa a pegar fogo, Alex ri maldoso, vai saindo, dá de frente com Fábio, que o segura pelo colarinho da camisa.

FÁBIO

O que você fez com a Liz?

ALEX

Quer saber aqui dentro ou lá fora?

FÁBIO

(grita) Fala!

ALEX

(ri) Eu não estou a fim de morrer queimado, e acho que nem você.

Fábio dá um soco em Alex.

FÁBIO

Cadê a Liz?

ALEX

Não falo, se é para morrermos os três aqui, que seja!

LIZ

(V.O) Socorro!

Fábio ouve Liz, solta Alex.

ALEX

Ela tinha que acordar agora.

Fábio tenta abrir a porta do escritório, não consegue. 

FÁBIO

Alex, abre essa porta!

ALEX

(ri) Nunca.

Fábio vai para cima de Alex, os dois entram em luta corporal, Alejandro se aproxima, tosse por causa da fumaça.

FÁBIO

(tom alto) Alejandro, a Liz está trancada aí dentro.

Alex bate em Fábio, se aproxima de Alejandro.

ALEX

Ninguém vai tirar ela de lá!

Fábio segura Alex, o empurra, Alex se desequilibra, cai nas chamas, começa a gritar, Alejandro e Fábio observam assustados. Alex para de gritar.

FÁBIO

A gente tem que tirar a Liz de lá, já está ficando difícil respirar aqui.

ALEJANDRO

Vamos arrombar a porta.

Fábio e Alejandro chutam forte a porta, que abre, Liz está desmaiada, Alejandro se aproxima rapidamente, a pega no colo. 

ALEJANDRO

Como vamos sair daqui?

FÁBIO

Pela saída de incêndio, porque pela frente não dá mais.

Fábio vai na frente, Alejandro sai levando Liz.

Cena 10/Ext./Rua./ Tecelagem Santa Isabel/Dia.

José, Lúcia, Nicolas, Ivan, Josivaldo, Célia, Gabriel, Marta, Carlos, Camila, Denise, Manuela, Alfredo, Isadora, esperam aflitos do lado de fora. Os bombeiros chegam, Fábio e Alejandro conseguem sair. Todos se aproximam ao verem que Liz está sendo carregada por Alejandro, que a coloca no chão.

ALEJANDRO

Mais espaço, ela precisa respirar.

Liz aos poucos vai retomando os sentidos, abre os olhos para o alívio de todos, Liz fica feliz ao ver Alejandro, o abraça e chora aliviada. Fábio os observa, triste.

Cena 11/Int./Dia Seguinte/Mansão Camargo/Sala/Dia.

Liz está descendo as escadas, Marta vem em seguida.

LIZ

Marta, eu já falei que estou bem, eu não quero remédio nenhum.

MARTA

Mas é teimosa mesmo.

LIZ

(sorri) Eu estou ótima, como nunca estive na minha vida, sabe por quê? Porque meu filho e eu estamos vivos.

MARTA

É, e felizmente aquele traste do Alex está morto, morreu como queria que você morresse.

LIZ

(pensativa) Eu não quero falar sobre isso, foi horrível tudo que passei ali.

Kira desce as escadas.

KIRA

(sorri) Augusto é uma fonte inesgotável de energia, ele não para um minuto.

LIZ

(sorri) Ele gostou de você.

MARTA

(séria) Criança é inocente mesmo.

KIRA

Marta... Eu sei que você tem todos os motivos do mundo para me odiar, mas eu me arrependi de tudo que eu fiz, e não estou sendo hipócrita, e sim verdadeira, como nunca fui antes.

LIZ

Eu acredito em você, Kira, e agradeço por ter cuidado do meu filho, ele me contou tudo, se não fosse por você, talvez ele não sairia vivo de lá.

KIRA

Alex me ameaçou, só por isso eu tirei Augusto daqui, mas também pensei que se não fosse eu, ele poderia arrumar alguém e fazer mal ao menino.

LIZ

Eu sei... Obrigada.

Liz abraça Kira, Marta revira os olhos, se afasta.

MARTA

Só quero ver essa mudança.

Alejandro entra. 

ALEJANDRO

Liz, estão todos te esperando.

LIZ

Vamos lá então, só vou chamar o Augusto.

KIRA

Onde vocês vão?

ALEJANDRO

No pagode do José, ele disse que é para celebrar que tudo ficou bem e que os prejuízos na tecelagem não são muitos, já que só a administração pegou fogo.

KIRA

Eu posso ir também?

LIZ

Claro, será bem-vinda.

Cena 12/Ext./Rua/Praça/Dia.

Todos estão se divertindo no pagode. Denise, Josivaldo, Isadora e Alfredo estão dançando, José e Lúcia estão comendo, Patrícia, Amanda, e Artur conversam animados, Eduarda e Erasmo estão curtindo o namoro, se beijam, Célia e Nicolas estão juntos, Gabriel e Camila estão se servindo de churrasco, Fábio se aproxima acompanhado de Manuela e Juliana.

JOSÉ

(alegre) Eu achei que você não vinha mais.

FÁBIO

Quase não vim, mas a dona Manu me convenceu.

JOSÉ

Fez bem, porque isso tudo aqui é para comemorar, Fábio! O mal nunca vence o bem.

Liz, Kira, Alejandro, Augusto, Carlos e Marta, se aproximam, Fábio observa, José e Lúcia se aproximam de Liz.

LÚCIA

Como você está Liz?

LIZ

(sorri) Ótima.

JOSÉ

Que bom, a gente ficou muito preocupado com você.

ALEJANDRO

Foram momentos ruins, mas tudo está bem.

LÚCIA

Alejandro, vem cantar pra gente!

ALEJANDRO

(sorri) Faz muito tempo que não canto.

JOSÉ

Então vai lá.

AUGUSTO

É Alejandro, vou com você.

ALEJANDRO

(sorri) Então vamos lá.

Alejandro e Augusto se aproximam de Ivan, que está cuidando do aparelho de som, Fábio se aproxima de Liz.

FÁBIO

Posso falar com você?

LIZ

Pode.

Liz e Fábio se afastam, Camila se aproxima de Marta e Carlos.

CAMILA

Que bom que vocês chegaram, Gabriel quer falar com vocês.

Marta e Carlos vão com Camila, Kira se sente sozinha, Ivan se aproxima.

IVAN

Ruiva, o que tá fazendo aí sozinha?

KIRA

Curtindo a festa.

IVAN

Sozinha não dá para curtir, o Alejandro vai cantar, e a gente pode dançar.

KIRA

(pensativa) Por que não?

IVAN

(sem acreditar) Sério, ou você tá brincando?

KIRA

(ri) É sério, eu aceito dançar com você.

IVAN

(feliz) Demorou então!

Alejandro começa a cantar, Liz e Fábio conversam em um lugar mais calmo.

LIZ

Eu já falei que não tem mais volta.

FÁBIO

Você tem certeza? 

LIZ

Tenho... Tudo o que vivemos foi muito bom, mas acabou, você acabou com tudo.

FÁBIO

Mas agora eu quero recomeçar.

LIZ

(ri) É por isso que nunca vai dar certo, você acha que as coisas devem ser como você quer a na hora que tiver vontade.

FÁBIO

Liz, eu não aguento te ver com esse cara, e ver que meu filho gosta dele.

LIZ

Augusto ama você também, e disso não há dúvidas, mas eu... Não te amo mais.

Alejandro observa Liz e Fábio conversando, enquanto canta, fica pensativo.

FÁBIO

(triste) Isso doeu.

LIZ

Você supera, como eu superei a sua escolha, agora eu vou ver o Augusto, mas como já disse antes, não somos inimigos... Até logo.

Liz se afasta, Fábio a observa. Liz abraça Augusto, Alejandro termina de cantar, se aproxima de Liz.

ALEJANDRO

Liz... Essa foi a sua decisão?

LIZ

Qual?

ALEJANDRO

Ele... Vi vocês conversando.

LIZ

(sorri) Eu não te contei qual foi a minha decisão.

ALEJANDRO

E acho que nem precisa...

LIZ

Se você não quer saber/

ALEJANDRO

Quero.

LIZ

(pensativa) Eu tomei a decisão, mas agora me deu uma dúvida.

ALEJANDRO

Qual?

LIZ

Quando a gente se casar, vai ser aqui ou no México?

ALEJANDRO

(sorri feliz) Pode ser na China, se você quiser, o importante é me casar com você.

Liz ri, beija Alejandro, Augusto abraça os dois. Fábio observa triste, se afasta, Juliana o vê indo embora, se aproxima dele.

JULIANA

Você já vai?

FÁBIO

Sim... Eu tenho que arrumar minhas coisas.

JULIANA

Como assim?

FÁBIO

Eu vou embora daqui, Juliana.

JULIANA

(surpresa) Por quê?

FÁBIO

Porque eu perdi a minha família.

JULIANA

Fica comigo... Você sabe que eu/

FÁBIO

Não, Juliana, eu só amo uma pessoa, e como todo mundo sempre me falou, deixei meu ego falar mais alto e a perdi... Espero que você encontre alguém que te faça feliz... Adeus.

Fábio se afasta, Juliana o observa, está triste.

Isadora pega o celular.

ISADORA

(tom alto) Gente, vamos tirar uma fotão! Todo mundo junto!

Denise, Josivaldo, Lúcia, José, Célia, Nicolas, Amanda, Patrícia, Artur, Erasmo, Manuela, Alfredo, Kira, Ivan, Camila, Gabriel, Marta, Carlos, Liz, Alejandro, e Augusto, ficam juntos para tirar a foto, Isadora deixa o celular em cima da mesa, corre para parecer na foto também, abraça Alfredo, todos sorriem felizes para a foto.

FIM


Relacionados

0 comentários: