0:00 min       E VAMOS À LUTA!     NOVELA
14:00 min    

WEBTVPLAY APRESENTA
E VAMOS À LUTA!
Novela escrita por
Débora Costa

BASEADA NA OBRA 'A FÁBRICA', DE GERALDO VIETRI
Colaboração
Tainá Andaluz

Revisão de Texto
Cristina Ravela
Marcelo Delpkin

Direção
Wellyngton Vianna

Núcleo
Cyber TV

Personagens desse capítulo
Alex
Alfredo
Amanda
Ângela
Bruno
Camila
Célia
César
Clarice
Daniel
Denise
Eduarda
Erasmo
Fábio
Gabriel
Isadora
Ivan
José
Josivaldo
Juliana
Kira
Liz
Lúcia
Manuela
Marta
Nicolas
Otaviano
Patrícia

© 2020, CyberTV.
Todos os direitos reservados.
Capítulo 35 de 37

 Cena 1/Int./Hospital/Quarto de Liz/Dia.

Liz está se arrumando, Fábio entra.

FÁBIO

Liz, que alívio te ver bem.

Liz se aproxima de Fábio, está feliz, segura as mãos deles, o olha nos olhos.

LIZ

(sorri) Meu amor, eu tenho uma coisa para te contar.

FÁBIO

(sorri) Pela sua cara deve ser coisa boa.

LIZ

E é! (feliz) Eu estou grávida!

Fábio surpreso, feliz.

FÁBIO

Meu amor, isso é... É incrível.

Liz feliz, abraça Fábio, eles se beijam.

LIZ

(feliz) Eu nem acreditei quando soube.

FÁBIO

(sorri) Nunca me passou pela cabeça ser pai, mas agora tô gostando da ideia.

LIZ

Eu quero casar com você, antes do bebê nascer.

A expressão de Fábio, muda aos poucos, fica pensativo.

FÁBIO

Eu preciso me formar antes.

LIZ

(séria) Você está falando sério?

FÁBIO

Tô, meu amor, eu não quero me casar com você agora, preciso me formar antes.

Liz se afasta de Fábio, está brava. 

LIZ

Fábio... Eu não posso acreditar nisso, nós temos tudo para começarmos uma vida nova juntos, e você não quer, porque o seu ego é maior do que seu sentimento por mim!

FÁBIO

Eu nunca falei isso, eu te amo, e amo muito, Liz.

Liz se aproxima de Fábio, o olha nos olhos, segura as mãos dele.

LIZ

Então vamos nos casar antes do nosso filho nascer, e você pode continuar seus estudos.

FÁBIO

(tom baixo) Não posso... Não quero que falem que estou com você por interesse, Liz.

Liz dá um tapa no rosto de Fábio.

LIZ

(nervosa) A gravidez não vai ficar pausada enquanto você estuda! Você não entende isso!

FÁBIO

Eu sei, mas eu vou estar sempre perto, eu só não quero me casar agora, não porque eu não te amo, mas porque quero evitar falatório!

Liz fica pensativa, as lágrimas escorrem, ri entre as lágrimas, triste.

LIZ

A vida é engraçada mesmo... Alex tentou, a Kira tentou, mas quem vai nos separar, é você mesmo. 

FÁBIO

(preocupado) Liz, nem pensa nisso, eu só tô te pedindo um tempo até o casamento, e não na nossa relação, principalmente agora, que vem um bebê por aí.

LIZ

É pelo meu filho que queria me casar com você antes dele nascer... Mas você é muito egoísta, só sabe pensar em você mesmo.

FÁBIO

Estou pensando na gente.

LIZ

(tom alto) Mentira! Você não quer que as pessoas falem mal de (ênfase) você! Porque eu não me importo com o que falam ou deixam de falar.

FÁBIO

Liz, eu te levo até a sua casa e lá a gente conversa melhor.

LIZ

Não tenho mais nada para falar.

FÁBIO

Então a gente continua junto, certo?

LIZ

Depende... Vou te dar mais uma chance; Vamos nos casar antes do nosso filho nascer?

Liz olha Fábio pedindo para ele aceitar, Fábio fica triste, faz que não com a cabeça.

FÁBIO

Não posso, mas vamos continuar como estamos, até mais próximos se você quiser.

Liz chora, respira fundo, encara Fábio.

LIZ

Não quero ficar mais próxima de você, eu não quero olhar para a sua cara nunca mais.

FÁBIO

Liz/

LIZ

Acabou! A partir de agora não temos mais nada.

FÁBIO

(nervoso) Como não? E o nosso filho?

LIZ

Isso é outra coisa, e que não me obriga a ter que te ver, presta atenção no que eu vou te falar agora: Eu não quero te ver, não quero falar com você, nunca mais... Acabou.

FÁBIO

(triste) Para de ser teimosa.

LIZ

(raiva; tom alto) Não sou teimosa! Eu cansei do seu ego! Cansei do seu complexo! Acabou!

Liz vai saindo, Fábio a segura, Liz dá um tapa no rosto de Fábio.

LIZ

(nervosa) Não vem atrás de mim! E não me procura!

Liz sai, Fábio fica triste, chora sofrendo.

Cena 2/Int./Tecelagem Santa Isabel/Pátio/Dia.

Ivan, Nicolas, Josivaldo, Eduarda, Erasmo, Célia, estão reunidos. José se aproxima, está usando roupa social, todos gostam de ver ele vestido assim.

 IVAN

Olha só a elegância do nosso diretor.

JOSÉ 

(sorri) Pois é, por mim teria vindo como sempre, mas a Lúcia quase me matou quando me viu usando calça jeans. 

EDUARDA

(ri) Agora você tem um cargo na administração, a roupa tem que mudar também.

CÉLIA

José, você sabe porque a dona Liz pediu pra gente esperar ela aqui?

JOSÉ

Ela não vai poder vim, aquela doida da Clarice cortou ela, e ela foi para o hospital, mas ela tá bem.

JOSIVALDO

Pena que eu não pude ir lá ver aquela cobra se dando mal.

ERASMO

A gente pode voltar para nosso trabalho?

JOSÉ

(sorri) Pode, era isso que a dona Liz ia falar, mas apenas uma pessoa não vai poder voltar ao trabalho.

NICOLAS

Quem?

JOSÉ

Otaviano.

JOSIVALDO

E você vai demitir ele?

JOSÉ

A dona Liz me pediu para fazer isso.

JOSIVALDO

Faz aqui, José, na frente de todo mundo, por favor.

JOSÉ

Eu já fiz, por isso ele não está aqui.

EDUARDA

Bom, se a gente pode voltar a trabalhar, vamos começar! (sorri).

IVAN

Tava bom a folga viu.

Nicolas dá um tapa na nuca de Ivan.

NICOLAS

Para de falar besteira e vamos trabalhar.

Todos vão para seus postos, José orgulhoso, feliz, observa o movimento. 

Cena 3/Int./Mais Tarde/Penitenciaria feminina/Dia.

Algumas presas novas estão chegando, entre elas, Clarice, que está chorando.

CLARICE

(a policial) Eu não fiz nada, não mereço ficar aqui.

POLICIAL

Aqui todo mundo é inocente.

CLARICE

(chorando) Eu não tentei matar aquele desgraçado!

POLICIAL

Pelo tom que você fala dele, não deve mesmo.

CLARICE

(grita) Meu lugar não é aqui!

A policial dá um tapa forte no rosto de Clarice.

POLICIAL

Olha como fala, perua, aqui você tem que respeitar a autoridade, que no caso sou eu, cala essa boca e anda logo!

Clarice chora em silêncio, continua caminhando, deixa seus pertences em uma caixa, recebe umas roupas, segue para uma cela. A policial fecha a cela, Clarice chora inconsolável. 

Cena 4/Int./Cartório/Dia.

Camila, Gabriel e Carlos estão esperando por Marta. Liz entra, está triste, se aproxima de Carlos.

LIZ

(sorri um pouco) Você está lindo, tio.

CARLOS

(sorri) Obrigado, Liz. (percebe que Liz está triste) O que você tem?

LIZ

Ainda estou me recuperando do que a Clarice me fez.

CARLOS

E o Fábio?

LIZ

Não vai vir, tio.

Carlos fica pensativo, Marta entra, todos a admiram, ela se aproxima, tímida.

MARTA

(sorri) Chegou a hora.

CARLOS

Finalmente, meu amor.

Carlos beija Marta. Um juiz vem para realizar o casamento de Marta e Carlos, que estão felizes, Camila e Gabriel assistem felizes. Liz está triste, mas feliz por Marta e Carlos, que se casam, se beijam. Camila, Gabriel e Liz aplaudem.

CAMILA

(feliz) Mamãe! Estou muito feliz por vocês!

Camila abraça Marta, depois abraça Carlos.

GABRIEL

O casamento foi muito bonito, até me deu vontade de casar, o senhor me deixa casar com a Camila?

CARLOS

(sorri) Eu ficarei muito feliz se vocês se casarem.

Gabriel abraça Carlos, depois abraça Marta. Liz se aproxima de Marta, segura as mãos dela a olha nos olhos, está emocionada. 

LIZ

Marta, eu quero agradecer por tudo que você fez por mim.

MARTA

(sorri) Não tem o que agradecer, minha querida, fiz porque te amo.

LIZ

(sorri entre as lágrimas) Também te amo, minha nova tia. (ri).

Liz abraça Marta, as duas se emocionam, Carlos abraça Liz.

CARLOS

A gente vai viajar, mas vãmos voltar.

LIZ

Eu quero que vocês aproveitem tudo, não precisa de pressa para voltar.

CAMILA

Isso mesmo, vão recuperar o tempo perdido.

MARTA

Isso nós vamos com toda a certeza.

Marta beija Carlos. 

Cena 5/Int./Mercadinho/Dia.

Fábio está conversando com Manuela.

FÁBIO

(triste) Ela não me entende, dona Manu... 

MANUELA

Nem eu viu, tô do lado da Liz.

FÁBIO

Mas o que eu pedi, foi só para ela esperar eu me formar!

MANUELA

Fábio, às vezes eu acho que você tem pedra no lugar do cérebro. A Liz está certa em querer se casar antes do bebê nascer, e você se fazendo de difícil. 

FÁBIO

Mas eu não posso! Não antes de me formar!

MANUELA

(nervosa) Por você ser cabeça dura, perdeu uma mulher maravilhosa.

FÁBIO

(triste) Eu amo tanto a Liz... Não quero ficar sem ela.

MANUELA

Mas já ficou sem, quem manda ser orgulhoso!

Fábio fica triste, pensativo. 

Cena 6/Int./Mais Tarde/Mansão Camargo/Sala/Noite.

Liz entra, está triste, olha em volta, se sente sozinha. A campainha toca, Liz vai abrir, Alejandro entra.

ALEJANDRO

Oi, Liz, espero não estar te atrapalhando.

LIZ

Não, você chegou na hora certa, estava sozinha aqui.

ALEJANDRO

Aquele seu namorado vai chegar que horas?

LIZ

(chateada) Nenhuma... Terminei com ele.

Liz se senta, Alejandro se senta ao lado dela.

ALEJANDRO

Por quê?

LIZ

Eu soube hoje que estou grávida.

ALEJANDRO

E ele não quis assumir?

LIZ

Não foi isso, ele ficou feliz assim como eu fiquei... O problema foi maior, Fábio colocou na cabeça que só se casa comigo quando se formar, ele não quer que pensam que ele está comigo por interesse. 

ALEJANDRO

Entendi.

LIZ

O ego dele, o orgulho, são maiores do que os sentimentos dele por mim... Maiores do que o desejo de construirmos uma família juntos, e por isso eu resolvi terminar tudo. (chora) Nunca mais eu quero ver o Fábio.

Alejandro abraça Liz, a consolando. 

ALEJANDRO

Não fica assim, minha querida... Eu vim aqui para te falar que amanhã eu vou viajar... E reforço o meu convite: Você quer vir comigo?

LIZ

(pensativa) Quanto tempo vai durar essa turnê?

ALEJANDRO

Alguns meses.

LIZ

Eu quero ter o meu filho aqui.

ALEJANDRO

E terá, é só a gente voltar.

Liz olha Alejandro nos olhos, respira fundo. 

LIZ

Eu vou com você então.

Alejandro fica feliz, abraça Liz. 

ALEJANDRO

Gracias (obrigado), Liz, estou muito feliz, e você vai ver, não vou deixar você ficar triste.

LIZ

(sorri) Disso eu tenho certeza.

Fim do Capítulo


Relacionados

0 comentários: