0:00 min       E VAMOS À LUTA!     NOVELA
16:00 min    

WEBTVPLAY APRESENTA
E VAMOS À LUTA!
Novela escrita por
Débora Costa

BASEADA NA OBRA 'A FÁBRICA', DE GERALDO VIETRI
Colaboração
Tainá Andaluz

Revisão de Texto
Cristina Ravela
Marcelo Delpkin

Direção
Wellyngton Vianna

Núcleo
Cyber TV

Personagens desse capítulo
Alex
Alfredo
Amanda
Ângela
Bruno
Camila
Célia
César
Clarice
Daniel
Denise
Eduarda
Erasmo
Fábio
Gabriel
Isadora
Ivan
José
Josivaldo
Juliana
Kira
Liz
Lúcia
Manuela
Marta
Nicolas
Otaviano
Patrícia

© 2020, CyberTV.
Todos os direitos reservados.
Capítulo 26 de 37

Cena 1/ int./Casa de Alex/Sala/Noite.

Alex se aproxima de Fátima.

ALEX

A Ângela não apareceu aqui, eu também estou preocupado com ela.

FÁTIMA

Mentira! Antes de sair de casa ela me mandou mensagem, e disse que estava vindo pra cá!

ALEX

Então alguma coisa aconteceu no caminho, porque eu também estou atrás dela.

FÁTIMA

(triste) Eu vou continuar procurando a minha filha, e daqui há algumas horas, eu posso ir até a polícia e denunciar o desaparecimento dela. (chora).

ALEX

Fica tranquila, tenho certeza que logo ela aparece.

FÁTIMA

Espero que sim, porque a minha filha sempre me contou tudo o que acontecia entre vocês, sei bem o tipo de homem que você é.

Fátima sai, Alex fecha a porta, fica com raiva.

ALEX

Desgraçada! Até depois de morta quer me atormentar, não me faltava mais nada!

Cena 2/Int./Dia Seguinte/Mercadinho/Apartamento de Fábio/Quarto/Dia.

Liz e Fábio estão deitados e abraçados.

LIZ

Por mim eu ficava aqui o dia todo.

FÁBIO

Eu também, mas preciso procurar um emprego, minha patroa me demitiu ontem.

LIZ

(ri) Não foi algo formal, eu apenas falei, e como você não fez nada grave, o emprego é seu.

FÁBIO

Que bom, madame, porque encontrar um emprego não tá fácil.

Liz se levanta.

LIZ

Falando nisso, estamos atrasados, eu ainda vou passar na minha casa.

Fábio se levanta.

FÁBIO

Então eu vou indo na frente.

LIZ

Por quê?

FÁBIO

Porque eu não quero que fiquem/

LIZ

(imitando Fábio) Porque eu não quero que fiquem falando de mim pelas costas. (séria) Já decorei essa sua conversa fiada e irritante. Você se importa demais com o que as pessoas falam.

Liz entra no banheiro, bate a porta, Fábio se assusta.

FÁBIO

Eita, ainda bem que dessa vez ela não bateu na minha cara.

Manuela entra, trazendo café da manhã.

MANUELA

(sorri) Bom dia!

FÁBIO

Bom dia, dona Manu.

MANUELA

Eu vim trazer o seu café, e saber como você está.

FÁBIO

(sorri) Tô ótimo.

MANUELA

(estranha) Mesmo? Ontem você tava tão pra baixo.

Liz sai do banheiro, Manuela fica sem jeito.

MANUELA

Desculpa, eu não sabia que/ (pensativa; sorri) vocês estão juntos de novo?


LIZ

(sorri) Estamos.

MANUELA

(feliz) Isso sim que é boa notícia! Embora o Fábio seja teimoso, casca grossa, ignorante, eu tenho ele como um filho, e ver ele pra baixo estava partindo meu coração.

FÁBIO

Poxa, dona Manu, não esperava ouvir tanto elogio de manhã, não faltou mais nada?

LIZ

(pensativa) Faltou, ela esqueceu de falar que você é um machão retrógrado.

FÁBIO

Ela nem deve saber falar isso, nem eu sei.

Liz ri, beija Fábio.

Cena 3/int./Apartamento de Eduarda/Quarto de Patrícia/Dia.

Amanda e Patrícia estão desenhando modelos de roupas, Eduarda entra.

EDUARDA

Meninas, eu já estou indo trabalhar, deixei o café na mesa para vocês.

PATRÍCIA

Obrigada, mamãe.

Eduarda olha os desenhos, pega um.

EDUARDA

Vocês fizeram isso?

AMANDA

(sorri) Foi sim, a gente ta fazendo esses modelos para um desfile que vai ter na escola, gostou?

EDUARDA

(sorri) Eu amei, isso está incrível, meninas. Era exatamente isso que eu estava procurando.

PATRÍCIA

Como assim?

EDUARDA

Nós temos uns tecidos lindos e com cores alegres, e tive a ideia de criar uns modelos para fazer a divulgação, mas não tive tempo, mas esses que vocês fizeram são perfeitos.

PATRÍCIA

Mamãe, você está falando que vai mandar fazer os nossos modelos?

EDUARDA

(sorri) Sim, meu amor, tenho certeza que a Liz vai adorar também.

AMANDA

E vai ter o nosso nome?

EDUARDA

Claro que vai, vocês são as estilistas, e também vão receber.

Patrícia e Amanda ficam felizes, abraçam Eduarda.

PATRÍCIA

Isso vai ser muito top, mamãe.

EDUARDA

Mas ó, segredo hein, ninguém pode saber.

AMANDA

Pode deixar a gente não vai falar nada... Quer dizer, eu só vou contar para a minha família, pode né?

EDUARDA

Pode, só para eles.

Eduarda sorri, admirando os desenhos.

Cena 4/Int./Tecelagem Santa Isabel/Administração/Dia.

Célia está lendo uns documentos, Alex se aproxima.

ALEX

Bom dia, Célia, você viu a Ângela?

CÉLIA

Não, até estranhei não ver ela por aqui esses dias.

ALEX

Eu estou muito preocupado, ela sumiu.

CÉLIA

Sumiu?

ALEX

Sim, a mãe dela veio me procurar, e disse que não sabe onde ela está.

CÉLIA

Espero que ela esteja bem, vou torcer para que ela apareça logo.

ALEX

Eu também. 

Alex olha os documentos em cima da mesa de Célia.

ALEX

Célia, do que se trata esses documentos?

CÉLIA

São de uma loja que acabou de fechar contrato conosco, estou lendo para ver se está tudo certo, e mandar para a dona Liz, assinar.

ALEX

(pensativo) Entendi.

Alex olha em volta, Célia continua lendo os documentos. Alex vai se servir de café, se aproxima de Célia, derrama café nela de propósito, Célia se levanta rapidamente, Alex finge espanto.

ALEX

Célia, me perdoe, foi sem querer.

CÉLIA

Tudo bem, seu Alex, eu vou me limpar e já volto.

Célia fecha a pasta, Alex sorri maldoso, vai até o seu escritório, pega o documento para Liz assinar, vai apressado até a mesa de Célia, abre a pasta, coloca por último o novo documento, fecha a pasta, coloca no lugar.

Cena 5/Int./Casa de José/Sala/Dia.

Gabriel e Lúcia estão tomando café, a campainha toca. Lúcia vai abrir a porta, Camila entra.

CAMILA

Oi, bom dia. O Gabriel, está?

LÚCIA

Tá tomando café.

CAMILA

Eu posso falar com ele?

LÚCIA

Poder, pode, só não sei se ele quer falar com você.

CAMILA

(chateada) Tudo bem...

LÚCIA

Vai lá.

CAMILA

Eu não quero incomodar/

Gabriel se aproxima, estranha ao ver Camila.

GABRIEL

Você aqui? Achei que não vinha em casa de pobre.

CAMILA

(triste) Eu não deveria ter vindo sem avisar, desculpa.

Camila vai saindo.

LÚCIA

Camila, você já tomou café?

CAMILA

Ainda não.

LÚCIA

Quer tomar com a gente?

CAMILA

Se o Gabriel não se importar...

GABRIEL

Fica à vontade, eu já terminei o meu café.

Gabriel vai para o quarto, Camila fica chateada.

LÚCIA

Não fica assim, ele gosta de você.

CAMILA

Eu acho que gostava, eu estraguei tudo.

LÚCIA

Você realmente gosta do meu filho?

CAMILA

Eu amo o Gabriel, mas nossos pensamentos diferentes acabaram separando a gente.

LÚCIA

Entendi... Bem, vamos tomar café, depois a gente conversa.

Cena 6/Ext./Rua./Dia.

Liz e Fábio estão a caminho da mansão, se encontram com Kira, que os encara.

KIRA

Seu ódio por mim foi tanto, que resolveu voltar com esse infeliz que me agarrou à força?

Fábio irritado faz que vai para cima de Kira.

FÁBIO

Eu não/

Liz segura Fábio.

LIZ

Não vale a pena, Fábio. (encara Kira) Eu já sei toda a verdade, Kira, felizmente na tecelagem existem muitas câmeras, e outra mostrou o que realmente aconteceu, ou seja, você beijando Fábio.

KIRA

(aplaude) Bravo, Liz, dessa vez você não demorou para descobrir a verdade, aposto que sozinha não foi, você é tão tapada que nunca percebeu que Maurício tinha uma amante. (ri).

Liz dá um tapa no rosto de Kira.

LIZ

(séria) É melhor eu ir para a casa, antes que suje minhas mãos com você.

Kira coloca a mão no rosto, está com raiva. Liz e Fábio vão saindo, Fábio volta, olha Kira.

KIRA

(raiva) O que é?

FÁBIO

(debochado) É melhor por gelo aí, a Liz tem a mão bem pesada.

Liz e Fábio saem, Kira fica com raiva, olha em volta com vergonha.

Cena 7/Int./Shopping/Dia.

Marta e Denise estão caminhando pelo shopping, Clarice as vê e se aproxima.


CLARICE

Nunca pensei que fosse encontrar as duas aqui, aposto que pra vocês o shopping é um bicho de sete cabeças.

DENISE

Nós viemos buscar meu vestido de noiva.

CLARICE

Imagino o tipo de vestido que deve ser: Junino.

MARTA

Não liga para ela, Denise, sua mãe é cheia de amargura, e quer despejar isso nas pessoas.

DENISE

Que pena, eu ficaria muito feliz se você viesse ao meu casamento, mamãe.

CLARICE

(esnobe) Não me misturo com gente da laia do Josivaldo, e você deveria fazer o mesmo, e se casar com alguém da sua classe. Com esse pobre, você nunca vai ser feliz.

DENISE

Eu já sou feliz com ele, mamãe, e tenho certeza que vai ser sempre assim. (a Marta) Vamos, Marta, a loja já deve estar aberta.

Denise e Marta saem.

Cena 8/Int./Tecelagem Santa Isabel/Pátio/Dia.

Ivan, Nicolas, José, Alfredo, Isadora, e Fábio, estão reunidos, felizes.

JOSÉ

Eu sabia que a verdade ia aparecer logo.

FÁBIO

Graças ao Nicolas.

NICOLAS

Quem teve a ideia foi a Célia, eu só fiquei vigiando a porta.

IVAN

E se aparecesse alguém, ele ia correr e deixar a Célia se virar sozinha. (ri).

NICOLAS

Engraçadão você.

ALFREDO

O importante é que tudo foi esclarecido, e as coisas se acertaram entre a Liz e você.

FÁBIO

Isso é, eu não sabia como provar que estava falando a verdade.

JOSÉ

A conversa tá boa, mas hoje a gente tá cheio de serviço, bora lá.

ISADORA

(manhosa; sexy) Alfredinho, me ensina como faz os testes nos tecidos.

IVAN

(levanta a mão) Deixa que ensino.

NICOLAS

E você lá sabe fazer isso?

IVAN

Ela pediu de um jeitinho tão especial, que eu aprendo só pra ensinar ela.

Alfredo dá um tapa na nuca de Ivan.

ALFREDO

Olha o respeito hein, Isadora é minha namorada.

Alfredo beija Isadora, Ivan com a mão na nuca.

IVAN

Ai, tá bom, eu só queria ajudar.

ALFREDO

Sei.

Cena 9/Int./Tecelagem Santa Isabel/Administração/Escritório de Liz/Dia.

Liz entra, Célia entra em seguida, coloca uma pasta na mesa.

CÉLIA

Dona Liz, aqui estão os documentos do contrato da loja.

LIZ

Obrigada, e Célia, muito, muito obrigada, por ter procurado o vídeo que inocentou o Fábio.

CÉLIA

(sorri) Fico feliz por ter ajudado.

Alex entra.

ALEX

Liz, eu soube da armação da Kira, felizmente tudo ficou bem.

LIZ

Sim.

Célia sai, Alex olha a pasta em cima da mesa, disfarça e se senta.

ALEX

Liz, quer que eu assine esse contrato?

LIZ

Não, eu já vou assinar, preciso ler os termos antes.

Liz abre a pasta, começa a ler.

ALEX

Não quero te atrapalhar, mas a mãe da Ângela me procurou, estamos preocupados com o sumiço dela.

Liz continua lendo.

LIZ

É melhor ir até a delegacia, alguma coisa deve ter acontecido.

ALEX

Infelizmente, pensamos igual, a última vez que a vi, brigamos, talvez seja um tipo de pirraça dela.

Liz lendo, começa a assinar.

LIZ

Não sei, isso não faria o tipo dela.

Alex observa Liz assinando os documentos.

ALEX

Isso é, e falando em tipo, quem diria que a Kira era amante do Maurício.

Liz olha surpresa para Alex.

LIZ

Como você soube?

ALEX

Ela me contou, somos amigos e quando você a expulsou, ela foi para minha casa e contou tudo.

Liz sem jeito volta a assinar os documentos, dessa vez sem ler, assina tudo. Alex tenta disfarçar a satisfação, Liz se levanta sem graça.

LIZ

Eu não quero falar desse assunto, com licença vou entregar isso para a Célia.

Alex se levanta.

ALEX

Eu levo, desculpa, não quis ser indelicado.

Alex pega a pasta da mão de Liz, sai.

Cena 10/Int./Tecelagem Santa Isabel/Administração/Dia.

Alex abre a pasta, pega a última folha, guarda no bolso, fecha a pasta, se aproxima da mesa de Célia.

ALEX

A Liz pediu para te entregar.

CÉLIA

Obrigada.

Alex dá a pasta para Célia, entra em seu escritório. 

Cena 11/Int./Tecelagem Santa Isabel/Administração/Escritório de Alex/Dia.

Alex pega o documento assinado por Liz, olha a assinatura, está feliz, realizado.

ALEX

Agora sim, Liz, tudo isso não pertence mais a você, minha linda irmãzinha patética. (ri).

Fim do Capítulo


Relacionados

0 comentários: