0:00 min       EXCELSIOR     NOVELA
15:00 min    

WEBTVPLAY APRESENTA
EXCELSIOR
Novela escrita por
Débora Costa

Colaboração
Tainá Andaluz

Revisão de Texto
Cristina Ravela
Marcelo Delpkin

Direção
Wellyngton Vianna

Núcleo
Cyber TV


Personagens desse capítulo
Alicia
Amber
Arthur
Brenda
Demétrio
Eliza
Heitor
Jaqueline
Margareth
Melanie
Mirtes
Norma
Peter
Sarah
Tadeu
Théo
William
Yorrane

© 2019, CyberTV.
Todos os direitos reservados.
Capítulo 04 de 30
Cena 1/Int./Mansão Blackwell/Sala/Dia.
William se afasta de Alicia.
WILLIAM
Estou bem, Alicia. Como foi em Nova York?

ALICIA
Ótimo. Aliás, a Diamond foi muito elogiada pelas pessoas mais importantes de lá.
Peter se aproxima.
PETER
É bom ouvir isso, minha neta. Só você para iluminar nossas vidas.

Alicia sorri simpática e abraça Peter. William a observa.
ALICIA
Estava com saudades, vovô.

PETER
Eu também, Alicia.

MELANIE
Meu amor, você conseguiu os diamantes vermelhos?

ALICIA
(sorri) Consegui, mamãe. Tenho certeza que a tia Jaqueline vai adorar, porque eu trouxe as pedras e as joias prontas. São modelos exclusivos criados por mim.

TADEU
Mostra pra gente, filha.

ALICIA
Papai, eu estou um pouco cansada. (olha discretamente para William) Quero tomar um belo banho.


William esboça um sorriso safado, Alicia se vira simpática para o pai.


ALICIA
Vou descansar um pouco e depois, sim, eu mostro tudo o que trouxe.
Théo se aproxima.
THÉO
Até que enfim! Alicia, achei que dessa vez você iria ficar em Nova York para sempre.
Alicia sorri, beija o rosto de Théoe vai em direção da escada.

ALICIA
Vontade não me falta, Théo.

Alicia pisca para William sem que percebam e sobe as escadas. William se aproxima de Peter.
WILLIAM
Eu não vou ficar aqui para a leitura do testamento do Walter. Já sei o que tem nele, e também não me interessa conhecer essas duas.
William sai.
MELANIE
Eu confesso que estou ansiosa para conhecer a minha sobrinha.

PETER
Melanie, você sempre foi a parte fraca do elo dos Blackwell. Só você está disposta a receber bem essas estranhas.

Melanie fica chateada.
MELANIE
Por mais estranhas que elas sejam, fazem parte da família; principalmente a filha do tio Walter. Ela é uma Blackwell como todos nós.

THÉO
Concordo com a minha tia. Também quero conhecer a Sarah, a futura vice-presidente do grupo Blackwell.


PETER
Não vamos começar uma discussão inútil. Vocês sabem muito bem que são os homens da família que controlam o grupo e a Diamond.

THÉO
E se eu não quiser fazer parte disso?
Peter se mostra sério.

PETER
Não é uma questão de querer. É algo que já está decidido desde o seu nascimento, Théo, meu neto homem como eu sempre quis. Melanie teve Alicia, a primeira esposa de Arthur teve Amber e Brenda. Só a Jaqueline pôde me dar o que tanto queria: você. Théo. Não me decepcione. (abraça Théo) Porém nem por isso eu deixo de amar as mulheres da família. Embora eu não o diga, amo a todas e sei o quanto são inteligentes e capazes.


Margareth desce as escadas.
MARGARETH
E é por saber o quanto somos capazes, que Peter não nos deixa entrar no negócio, para não diminuirmos os machos da família.

Théo dá risada, Peter suspira.

Cena 2/Int./Produtora Blackwell/Estúdio/Dia.

Brenda está escrevendo. Heitor se aproxima.
HEITOR
Brenda, posso falar com você?

Brenda para de escrever, encara Heitor, estranhando a atitude.

BRENDA
Nossa, Heitor, geralmente você já vem falando, ou melhor, exigindo o que quer. O que aconteceu?

HEITOR
Não vim exigir nada. Dessa vez eu vim me desculpar com você... Eu estava com raiva por umas coisas que passei e acabei descontando no trabalho, e você estava mal por causa do seu tio.

BRENDA
Eu ainda estou mal, mas a vida segue e temos muitas coisas para fazer... Aceito seu pedido de desculpas por ele ser bem inusitado.

HEITOR
Que bom... Então vamos trabalhar.A que horas vão chegar os bolos que pedi?

BRENDA
Nenhum. O melhor é o confeiteiro fazer o bolo na hora, assim a gente grava e depois edita as melhores partes. Fica mais real do que colocar no comercial o bolo pronto num passe de mágica.

HEITOR
Mas assim vai demorar mais.

BRENDA
Não importa, temos tempo.

HEITOR
Fala por você Brenda. Eu não vou ficar aqui esperando um cara fazer bolo.

BRENDA
Vai, porque mudei totalmente o roteiro. Agora será o confeiteiro fazendo o bolo e acabou.

HEITOR
Mais é muito atrevida mesmo.
Brenda e Heitor ficam discutindo.

Cena 3/Int./Restaurante de Lidiane/Dia.

Yorrane está arrumando as mesas. Demétrio entra.
DEMÉTRIO
Então agora você arrumou um segurança?

YORRANE
Ai, não, Demétrio. Vai embora, que eu estou ocupada.

DEMÉTRIO
O que o playboy é seu?

YORRANE
Nada, e mesmo que fosse, não é da sua conta! Coloca nessa sua cabeça que nós não temos mais nada!

Demétrio segura o braço de Yorrane com força.
DEMÉTRIO
Você é minha até quando eu quiser que seja.

YORRANE
Me deixa em paz!

DEMÉTRIO
Ouve bem o que vou te falar. Se você não for minha, não vai ser de mais ninguém.
Yorrane esboça vontade de chorar.

YORRANE
Vai me ameaçar de morte agora?

DEMÉTRIO
Ainda não, mas cada vez que você arrumar alguém, eu vou atrás do cara e dar um fim nele. Você vai ser a única culpada pela morte deles. Pensa bem nisso antes de me trair.
Demétrio solta Yorrane e sai encarando a garota até sumir pela porta. Yorrane se senta, chora.
YORRANE
Como vou me livrar dele?
Cena 4/Ext./Mansão Blackwell/Jardim/Dia.
Arthur está terminando de falar ao celular. Desliga chateado, Jaqueline se aproxima.


JAQUELINE
Aconteceu alguma coisa?

ARTHUR
A polícia não tem pista de quem matou o Walter.

JAQUELINE
Eu te falei que seria difícil, meu amor.

ARTHUR
Não existe crime perfeito, Jaqueline. Era uma festa! Alguém que estava no baile matou o meu irmão! A polícia deveria interrogar todos!

JAQUELINE
Arthur, e se a pessoa não era um dos convidados? Já pensou nisso?

ARTHUR
Já... Mesmo assim está estranho. A Melanie pediu as imagens das câmeras, mas por coincidência não tinha imagens da piscina.

JAQUELINE
Porque a festa era no salão. Ninguém tinha aceso a piscina. Eu vi quando o Walter foi todo nervoso para fora, mas não vi ninguém o seguindo.

ARTHUR
Então quem matou meu irmão estava na piscina.

JAQUELINE
Provavelmente, mas isso deixa tudo sem sentido algum. Por que alguém daria um tiro no Walter do nada?

ARTHUR
É isso que eu quero saber...

JAQUELINE
Meu amor, não fica pensando nessas coisas. Eu vim te chamar.O advogado já chegou.


ARTHUR
E elas?

JAQUELINE
Ainda não.

Arthur e Jaqueline entram na mansão.

Cena 5/Int./Mais Tarde - Mansão Blackwell/Sala/Dia.
Margareth, Alfred, Peter, William e Melanie estão sentados. O advogado está de pé. Tadeu desce as escadas.
PETER
E a Alicia?

TADEU
Saiu. Peter. E pediu desculpas e disse que preferiu descansar no apartamento dela.

PETER
Tudo bem.

Arthur e Jaqueline entram. Théo e Amber descem as escadas.

THÉO
Essa leitura oficial vai demorar muito? Eu tenho mais o que fazer.

ARTHUR
Paciência, Théo! Você sabe que sua presença é importante aqui.

ADVOGADO
Sim, Walter deixou algumas coisas para você.

AMBER
O quê, por exemplo?

ADVOGADO
Só vou falar quando ler o testamento.
Théo sorri para Amber e se senta. Alfred entra.


PETER
Então, onde elas estão?


ALFRED
Estão entrando com a Margareth.

JAQUELINE
Acho bom ninguém ficar de risinho para elas, assim vão ver que não são bem-vindas.

ARTHUR
Jaqueline, não começa! Se a Sarah é filha do meu irmão, é bem-vinda sim!
Margareth entra, Sarah entra em seguida, sem graça. Peter a encara.


MARGARETH
Esta é a Sarah, filha do Walter.

SARAH
Oi, boa tarde. Como vão?

Melanie se aproxima. Emocionada, ela abraça Sarah. Jaqueline revira os olhos.

MELANIE
Seja muito bem-vinda, Sarah. Eu sou sua tia Melanie, prazer.

SARAH
(sorri) Eu sei quem você é. Meu pai falava muito de você e do Arthur.

ARTHUR
Faço minhas as palavras da Melanie. Seja bem-vinda, Sarah.

SARAH
Obrigada.

MARGARETH
Não vai cumprimentar sua neta, Peter?

PETER
Não. Eu quero saber onde está a tal que se casou com o Walter, para a gente começar logo essa maldita leitura!


AMBER
Vovô sempre tão gentil.
Eliza entra.
ELIZA
Oi, desculpa a demora.

Arthur olha surpreso para Eliza, que o olha com receio.

ELIZA
Oi, Arthur.

Jaqueline estranha Eliza ter cumprimentado Arthur.

ARTHUR
Eliza... Então você se casou com o Walter?

ELIZA
Sim, Arthur, eu me casei com ele.

JAQUELINE
Posso saber de onde vocês se conhecem?

WILLIAM
(debochado) Eles eram namorados na faculdade.

AMBER
(para Alfred) Pelo jeito essaaí estava afim mesmo de ter um marido rico.

ALFRED
(para Amber) Concordo.
Jaqueline se aproxima de Arthur e encara Eliza.

JAQUELINE
Eu sou Jaqueline, esposa do Arthur. O passado fica no passado.

PETER
Concordo. Vamos logo à leitura do testamento.
O clima é tenso. Os olhares se cruzam desconfiados.

Cena 6/Int./Motel/Suíte/Dia.
William entra, olha em volta e desabotoa o botão do colarinho da camisa. Uma mulher se aproxima por tráspara vendar os olhos de William, que sorri gostando.
WILLIAM
Estava com saudades.
A mulher empurra William na cama; pega um par de algemas e o coloca nas mãos de William, prendendo-as na cabeceira da cama.Senta-se nas pernas dele; tira a venda dos olhos de William, que olha ofegante e safado ao ver Alicia, que está usando uma lingerie preta e está com um chicote na mão. Alicia beija William com vontade.
ALICIA
You're my bastard.I'm gonna do to you whatever I want. (Você é meu bastardo. Farei o que quiser com você.).
WILLIAM
Cruel bitch, gonna do what? (Cadela cruel fará o que?).
ALICIA
Anything I want. Now ... Shut up!(Tudo o que eu quero. Agora... Cale a boca!).
Alicia dá um tapa forte no rosto de Williame o beija com desejo.
Cena 7/Int./Mansão Blackwell/Cozinha/Dia.
Mirtes está de pé perto da pia, Norma e Jaqueline entram. Jaqueline se mostra aflita.
JAQUELINE
Não gostei nada dessa Eliza, e muito menos em saber que ela teve um caso com o Arthur!
NORMA
Eu sei quem ela é. Realmente ela e o seu Arthur namoraram, mas isso faz muitos anos.
JAQUELINE
Não interessa! A cara que Arthur fez me desagradou e muito!
NORMA
Eles se separaram porque ela não é da mesma classe social que vocês. Já disse para ficar tranquila, dona Jaqueline.
MIRTES
Desculpa me intrometer assim, mas se vocês estão falando da Eliza que eu conheci, sei que o seu Arthur era apaixonado por ela, e eles não terminaram por isso que a Norma falou, mas porque o seu Peter deu um jeito.
NORMA
Ninguém te chamou na conversa!
JAQUELINE
Eu tenho certeza que Walter deve estar rindo lá do inferno agora! Isso é coisa daquele maldito insuportável!
Cena 8/Int./Mansão Blackwell/Sala/Dia.
O advogado está de pé. Margareth, Arthur, Eliza, Sarah, Amber, Théo, Alfred e Peter estão sentados. O advogado lê o testamento de Walter.


ADVOGADO
Deixo para o meu sobrinho Théo os meus carros e a concessionária do grupo Blackwell.
Amber fica com raiva, mas Théo sorri um pouco.
THÉO
Ele sabia o quanto eu amo carros.
ADVOGADO
A minha amada Eliza deve receber a quantia que está designada a ela nesse documento, o qual deverá ser relevado apenas a ela. Para a minha querida filha Sarah, deixo uma porcentagem das minhas ações do grupo Blackwell e uma quantia em dinheiro. Peço ao meu irmão Arthur que ajude Sarah a se familiarizar com a administração dos negócios. Com isso, Arthur recebe o restante das minhas ações, e quando Sarah estiver preparada, ela deverá assumir a vice-presidência do grupo Blackwell, que por enquanto fica para Arthur.
Peter se levanta com raiva.
PETER
Isso não pode valer merda nenhuma!
Alfred dá risada.
ALFRED
Olha a pressão, Peter.
PETER
Cala a boca! Eu não vou permitir um absurdo desses! Essa bastarda não vai assumir nada!
SARAH
Eu não vou admitir que você fale assim comigo!
Todos se espantam com a resposta de Sarah, que se levanta. Peter a encara.
PETER
Como é?
SARAH
O meu pai sempre falou o quanto você é um homem manipulador e arrogante, mas nunca pensei que fosse tão mesquinho assim. Eu não sou bastarda! Os meus pais se casaram legalmente e só esconderam de você porque sabiam que você daria um jeito de estragar tudo.
PETER
Eu quero que você se retire da minha casa.
ADVOGADO
Ao que consta aqui a casa pertence a Sarah também. Walter deixou claro aqui que Eliza e Sarah devem morar nessa casa.
Peter ri incrédulo.
PETER
Walter não pode ter feito isso.
ARTHUR
Mas fez, papai, e eu concordo com cada palavra do que está ai.
MELANIE
Eu também.
AMBER
Eu nem sei porque estou aqui, mas sou contra. Não quero duas estranhas andando pela minha casa.
THÉO
Por mim tanto faz, não trazendo a ralé pra cá está ótimo.
MARGARETH
O que vocês não entendem ou não querem entender é que o testamento não é algo a ser discutido. Tudo que está aí é oficial. No há o que mudar.
PETER
Eu nunca vou aceitar o que está ai!
SARAH
Poupe sua saliva, Peter. Eu não quero seu dinheiro, não quero sua empresa e muito menos quero morar aqui. Estou bem com tudo que tenho e conquistei.
Eliza fica orgulhosa de Sarah.
PETER
Você abre mão de tudo que o Walter te deixou?
SARAH
Abro, sim. Agora vocês já podem se devorar para saber quem fica com as coisas que eu joguei fora.
Sarah e Peter se encaram.
Fim do Capítulo




Relacionados

0 comentários: