0:00 min       FOLEY BOYS     SÉRIE
49:00 min    

WEBTV APRESENTA
FOLEY BOYS


Série de
EDUARDO SOARES DE AVELLAR


Episódio 20 de 21







Aiden Turner em off – Nos episódios anteriores de Foley Boys.
Cena: Casa de Kelly – Int. Noite
Leo – Foi você quem veio com o papo de querer participar da vida do seu neto!
Grayson – Sim, mas como eu disse, se for pra ser tratado mal, então eu não quero.
Leo – Ah, legal. Aí como solução você vai lá e simplesmente para de pagar o colégio?
Grayson – Sim.
Leo – Podia ao menos ter avisado antes! Eu planejei outras coisas e...
Grayson – Isso é pra você se sentir como eu me sinto, excluído das suas decisões.
Cena: Rua Qualquer – Ext. Manhã
Liam – Por que o senhor age assim?
Grayson (sem entender) – Como?
Liam – Por que o senhor age assim com meu pai e desconta as coisas em mim?
Grayson – Eu não...
Liam (interrompendo-o) – Não, porque o senhor não falou comigo agora a pouco.
Grayson – Liam...
Liam – Como pode uma pessoa querer se aproximar de outra e ao mesmo tempo querer a distância? É por causa do meu pai? Fui eu quem quis conhecer o senhor, eu.
Grayson engole seco, permanecendo calado.
Liam – Tchau, vô!
Cena: AQT Group – Int. Manhã
Adam – Lembra que eu falei que ele não queria você como estagiário?
Leo – Sim, sim.
(...)
Adam – Então, ele não quer ter você como estagiário porque quer te contratar.
Leo (descruza os braços/ arregala os olhos) – O que?
(...)
Adam – Vá comemorar, homem!
Cena: Quarto de Julia – Int. Noite
Leo – Você acha certo?
Julia – O que?
Leo – Isso. Nós!
(...)
Julia – Ok, então a gente volta e vê no que vai dar.
Leo (receoso) – Tem certeza?
Julia – Aham...
Leo – Certo. Então... Estamos namorando de novo? Assim, do nada?
Cena: Academia Body Gym – Int. Manhã
Emily – É que... Eu vou me mudar.
Leo e Aiden (surpresos) – O que?
Emily – Calma rapazes! Eu não vou sair da cidade pra morar com meu namorado. Só vou sair do meu apartamento e vou morar com a minha mãe.
- - - - - - - - - - - - - - -
FADE IN
Casa de Leo – Ext. Amanhecer
Imagem abre de frente para a porta principal da casa, que está aberta. Vemos Monica parada na varanda. Ela está de braços cruzados encostada com o quadril na cerca de madeira, e com a cabeça apoiada num pilar, também de madeira, rente à cerca. Ouvimos um falatório, vindo de dentro da casa. Monica está com uma expressão de cansaço e com o rosto inchado, de sono. Logo, de dentro da casa, saem Aiden, Emily, Liam, Ethan e mais um homem. Aiden, o homem e Ethan caminham carregando uma grande tábua de madeira que contém a maquete de Leo, enquanto Emily e Liam seguem colando algo na mesma e dando alguns retoques. Notamos que Emily está com roupas apropriadas para a prática de educação física, enquanto Liam e Ethan estão uniformizados. A maquete se trata de um grande edifício.
Liam (ajeitando algo na maquete) – Calma... Devagar pessoal!
Emily – Devagar, senão eu não consigo terminar de colar aqui.
O grupo caminha devagar, carregando a tábua que contém a maquete.
Ethan (fazendo esforço/ segurando a tábua) – Liam, quando seu pai gentilmente nos intimou a vir ajudá-lo, eu não sabia que ia acordar antes das galinhas.
Aiden – Para de reclamar!
Liam – É por uma boa causa, Ethan. (ao homem) Era só isso mesmo que faltava, Andrew?
Andrew – Já terminou de colar as árvores?
Emily (olha para Andrew) – Ainda estão secando.
Andrew (sorri/ olhando fixamente para Emily) – Então era só isso.
Emily sorri levemente, sem jeito, e volta a ajeitar algo na maquete. O grupo passa por Monica e começa a descer os degraus da varanda lentamente.
Aiden – Pessoal, cuidado agora ao descer esses degraus aqui.
Monica (desencostando do pilar) – Liam, eu vou matar o seu pai.
Liam – Já estamos acabando, Monica.
Monica (atrás do grupo/ olhando para Aiden e Andrew, que não notam) – Sorte a sua e a do seu precioso pai é que isso aqui realmente está valendo à pena.
Ethan (retraindo os olhos) – Ai! Devagar, galera!
Andrew – O que foi?
Ethan – É que tem algumas farpas aqui onde eu estou segurando. Vocês tremeram a parada e agora minha mão tá doendo.
Aiden – Ui, cortou o dedinho, foi?
Ethan – Seu sem-graça!
Andrew – Depois a gente dá uma olhada nisso.
Emily olha rapidamente para Andrew, que retribui o olhar.
Aiden – Não liga, é frescura.
Ethan – Frescura nada, tá?
O grupo termina de descer os degraus e seguem em direção ao portão. Emily e Liam, agora ajudam o grupo a carregar a tábua com a maquete. Vemos o carro de Leo parar em frente ao portão. Ele sai do carro, acompanhado de outro homem.
Leo – Ian, ajuda lá o pessoal que eu vou abrindo a caçamba da picape.
Ian segue correndo em direção ao grupo.
Ian – Prazer, pessoal. Ian.
Todos dizem “oi” e Monica olha para o céu, mordendo os lábios maliciosamente. O grupo segue caminhando lentamente pelo jardim, ainda em direção ao portão.
Leo (aproximando-se) – E aí, demorei?
Aiden (fazendo esforço /irônico) – Não, que isso.
Ethan – Foi buscar o Ian na Califórnia? Sua sorte é que já estamos prontos pra ir pro colégio.
Ian – Foi mal, pessoal. Minha culpa. Tive um imprevisto e não deu pra chegar mais cedo. E o pior é que vocês estão aí há um bom tempo, né...
Monica (sorrindo) – Ah, que isso!
Liam – Tá tudo certo, Ian. Eu e a Emily terminamos a colagem agora.
Leo – Bom, pessoal. Obrigado aí pela ajuda. Valeu mesmo!
Liam – Monica, toda ajuda é sempre bem-vinda.
Monica (caminhando atrás do grupo) – Querido, eu estou com o rosto péssimo, cansada por estar madrugando aqui, já abri e fechei porta, portão, cancela... Quer mais o que?
Emily – Ajuda pra carregar a maquete.
Monica – Estou cansada e ainda estou dormindo. Ajudo melhor monitorando.
Liam – E monitora tanto que a porta de casa ficou aberta e a lona que cobre a maquete ficou lá dentro.
Monica (dando-se conta) – Meu Deus, é mesmo! (vira-se/ segue lentamente para a casa)
Leo (batendo palmas) – Vamos lá pessoal, estamos quase lá!
O grupo passa pelo portão, chegando ao carro em seguida. Eles põem a tábua na beira da caçamba e a empurram devagar para dentro. Eles aplaudem e Leo fecha a caçamba do carro.
Leo (alegre) – Galera, valeu mesmo!
Emily – Só cuidado que ainda tem coisa secando.
Andrew – Valeu mesmo pela ajuda, pessoal. (olha rapidamente para Emily)
Ian – Agora é só chegarmos na faculdade e deixar esse trabalho na sala do avaliador.
Aiden (estranhando) – Mas esse trabalho aí não era pra anteontem?
Leo – Sim, mas como eu e o meus camaradas aqui somos espertos, verificamos os horários dos professores e descobrimos que ninguém ia entrar na sala de apresentação até hoje. Então o Ian fez a cópia da chave da sala, e vamos colocar a maquete lá antes de tudo começar. Por isso eu pedi pra que viessem cedo, pra terminarmos logo com as colagens. Ou seja, quando os professores chegarem, nosso trabalho já estará lá dentro da sala, bonito, seco e pronto para ser avaliado.
Leo sorri, mostrando os dentes. Câmera mostra todos impressionados e com a boca aberta, encarando-o. Andrew e Ian se entreolham.
Leo – Que?
Emily (começa a caminhar) – Bom, eu tenho que ir trabalhar. (olha o relógio de pulso) Mas antes tenho que tirar uma soneca até dar a hora.
[música: “Given To Fly” – Pearl Jam]
Emily olha rapidamente para Andrew, que retribui. Ela fica sem-graça e abaixa a cabeça.
Andrew – Leo, eu vou indo na frente com meu carro.
Leo – Ok. Emily! (caminhando até ela / ela para e se vira) Obrigado por me ajudar com o projeto. Significou muito pra mim.
Ela sorri e os dois continuam conversando. Vemos Monica fechando a porta e saindo de dentro da casa com uma lona na mão. Vemos também Liam e Ethan limpando as mãos e ajeitando seus uniformes.
Corta para:
Carro de Leo – Int. Amanhecer
[música: “Given To Fly” – Pearl Jam Agora tocando no carro]
Câmera mostra Leo e Liam dentro do carro em movimento. Ethan está dormindo no banco de trás com a boca aberta, quase caindo em cima de Ian, que está ao seu lado olhando-o seriamente. Liam está apoiado com a cabeça do encosto do assento da frente e de olhos fechados. Notamos que o carro anda muito devagar.
Leo – Sei que você ainda está com sono, mas... Obrigado por me ajudar, viu?
Liam (sem abrir os olhos) – Nada. Sei que você faria o mesmo por mim.
Leo – Sim, eu faria. E sabe por quê? Por que você é o melhor filho do mundo.
Liam (sem abrir os olhos) – Tá, mas por que andar a 3 km por hora?
Leo – Está cedo e as coisas ainda estão secando na maquete. Se eu acelerar tudo vai desmontar e já era a minha formatura de amanhã à noite.
Liam (sem abrir os olhos) – Aham, entendi. Cuidado então com o quebra-molas. (pausa/ virando para o lado) Boa noite.
Leo olha para fora do carro e vê uma senhora caminhando do outro lado da calçada, com um cachorro na coleira. Ela caminha normalmente na mesma direção que o carro, porém numa velocidade mais rápida.
Leo (acena) – Bom dia, Sophie!
Sophie (sorri) – Bom dia, Leo!
Ela segue e some da tela. Num ângulo mais amplo, câmera permanece mostrando o carro se afastando lentamente.
[música cessa]
FADE OUT


FADE IN
Bronx High – Ext. Manhã
[música: “Slow Poison” – The Bravery]
Câmera mostra movimentação de alunos. Todos caminham para dentro do prédio. Ainda do lado de fora, vemos Liam e Ethan caminhando.
Ethan – Ok, eu discordo de você. Sabe, eu acho que o início da escada é na parte de cima. Sei lá por quê.
Liam – Claro que não. O nível principal é onde nós estamos. Logo, para se alcançar o nível superior, denominado segundo piso, é necessário que você chegue à escada. Ou seja, ao início dela.
Ethan – Que é na parte de cima.
Liam – Na de baixo.
Ethan – Na de cima.
Brick (alcançando-os) – E aí, palermas!
Liam e Ethan apenas olham para o lado. Brick, por sua vez, começa a andar ao lado deles.
Liam – O que você quer?
Brick – Não estão vendo que todos estão correndo pro pátio?
Liam (olhando ao redor) – Não tem ninguém correndo aqui.
Brick – Foi modo de dizer.
Ethan – Mas por quê? Aconteceu alguma coisa?
Brick – Não, é que vai ter um pronunciamento do diretor.
Ethan – Sobre o que?
Brick – Não receberam o informativo?
Liam – Que informativo? Não estamos sabendo de nada.
Brick – Porque são uns otários desinformados.
Liam – Tá bom, Brick. Vamos pular todo o lenga-lenga e ir pra parte em que você cai fora. Tchau e bom dia!
Brick – Não vão perguntar o que o diretor vai falar?
Liam e Ethan – Não.
Brick – Sobre a apresentação ridícula do coral com a banda de música em homenagem ao dia das mães, que pelo que eu me lembro, vocês dois maricas foram rejeitados no primeiro dia de aula. (ri)
Ethan – Porque não tocamos nenhum instrumento musical.
Liam (coçando a cabeça) – Apresentação do... Dia das mães?
Brick – Sim, hoje à noite. (Liam fica com o olhar distante)
Ethan – Mas o dia das mães já passou faz tempos.
Brick – O auditório está todo rosa e cheio daquelas coisas frufrus, sabe? E amanhã na parte da tarde vai ter um jogo amistoso, onde a equipe de futebol vai entrar em campo e eu, é claro, estarei lá marcando presença com todas as gatinhas possíveis e impossíveis.
Ethan – Cruzes.
Os três continuam caminhando, enquanto Liam permanece olhando para o nada.
Brick – Que cara é essa, Foley? (irônico) Ah, desculpa. Esqueci que você não vai porque não tem mãe.
Brick entra no prédio e os dois param de caminhar, em frente à porta. Alguns alunos passam por eles.
Ethan (olhando na direção em que Brick foi) – Babaca! (olha para Liam) Tá tudo bem?
Liam (como se despertasse) – Sim, sim... Eu... Tava... Eu tava pensando no informativo.
Ethan (estranhando) – Que?
Liam – Eu acho que os informativos ainda vão pra casa do meu avô, sabe? Pelo fato de que ele andou pagando algumas mensalidades e por isso eu não fiquei sabendo do evento.
Ethan – E quanto ao que o babaca disse sobre...
Liam (interrompendo-o/ dando alguns passos para trás) – Olha, Ethan, amanhã é a formatura do meu pai e tenho que fazer uma coisa antes que seja tarde.
Ethan – “Fazer uma coisa”?
Liam (vira-se e segue) – É... Depois eu te conto.
Ethan – Mas e o diretor? Digo, a reunião no pátio?
Liam segue caminho andando rápido, até sair correndo. Notamos que ainda faltam poucos alunos para entrar no prédio. O diretor aparece na porta.
[música cessa lentamente]
Sr. Frist – E você?
Ethan (virando-se para ele) – Eu o que?
Sr. Frist – Farei um pronunciamento agora e você está aqui parado na porta olhando a vida passar.
Ethan – Ah não, senhor presidente, eu só tava...
Sr. Frist (interrompendo-o) – Já pra dentro e sem gracinhas! (Ethan entra/ Aos alunos restantes) Vou mandar fechar o portão!
Os poucos alunos que restam começam a correr.
Corta para:
AQT Group / Sala de Leo – Int. Manhã
Leo está sentado à mesa redonda, próxima à porta, olhando para a janela da sala. Há alguns papéis na mesa, onde ele começa a batucar e tremer a perna, ansioso.
Leo – Caramba...
Leo se levanta e começa a andar de um lado para o outro.
Leo – E o Ian que não liga...
Voz de Monica (em off) – Shhh!
Leo (passa a mão na cabeça) – E eu só queria o resultado. Sabe, sei lá. Saber se deu tudo certo e se vou poder ir pra formatura em paz...
Voz de Monica (em off) – Shhh!
Leo – “Shhh” o que?
Vemos a cabeça de Monica aparecendo por cima da divisória da mesa dele.
Monica – Estou tentando repor meu sono de beleza e você não deixa. Fica aí tagarelando o tempo todo sobre a sua maquetezinha.
Leo (para de caminhar) – “Maquetezinha” nada porque aquilo foi trabalhoso. E outra, você não tem trabalho a fazer não? O balcão está lá em baixo vazio.
Monica (abaixando a cabeça) – Dane-se!
Leo – E você está dormindo na minha mesa! Minha! E agora é oficial, já que sou contratado.
Voz de Monica (em off) – Shhh!
Leo – Não sei se você sabe, mas... Eu serei contratado. Con-tra-tado! (comemorando) Ah moleque! (olha para o relógio em seu pulso) Droga, cadê o Ian que não liga?
Monica (fica de pé/ ajeitando seu cabelo) – Já vi que não vou conseguir dormir. E outra, se eu ficar com olheiras horríveis, poros dilatados e vier a parecer como um zumbi amanhã, você estará morto!
Leo – Valeu, ô “Resident Evil”.
Monica (sem entender) – Que?
Leo – É que eu não sei o nome do protagonista do jogo que tem lá em casa. (Monica permanece séria). Eu vivo jogando com o Liam, sabe? (Monica continua séria) Também, pra quê eu vou saber o nome dos bonecos se eu só jogo, não é?
Monica – Enfim... Já fez o discurso de formatura?
Leo – Ainda não. O Liam não sabe e não quis fazer na frente dele.
Monica (suspira) – Sobre aquele seu amigo Andrey...
Leo – Andrew.
Monica – Que seja... Enfim... Bem sonhei com ele agora a pouco, antes de você vir aqui me irritar.
Leo – O que?
Monica – Ele mexeu com meu imaginário de um jeito que... Não sei explicar. Eu sonhei que ele ajudava o irmão gatérrimo dele, que no sonho era o Ian, a fugir da prisão. Aí ele vinha e me resgatava porque eu era a médica gostosa por quem ele se apaixonou.
Leo – Ei! Para de ficar sonhando com o amigo dos outros!
Monica – Relaxa, não foi nada sujo.
Leo – Ah, bom.
Monica – Quem dera se fosse. Mas aquele seu amigo Ian também, hein. Um pedaço! Não digo nem “pedaço do mau caminho”. (se abanando) Do péssimo mesmo!
Leo – Monica...
Monica – Mas agora, se juntar o Andy...
Leo (corrigindo-a) – Aiden.
Monica (continuando) – Andrew e Ian... Nossa! (sorrindo encantada/ enrolando o cabelo com o indicador) Não quero mais saber de nenhum homem. Nem do meu primeiro ex-marido que era tudo aquilo.
Monica suspira e segue em direção à saída, enquanto Leo balança a cabeça negativamente.
Corta para:
Casa de Kelly – Ext. Manhã
A imagem mostra a porta de entrada, que logo se abre. Vemos Kelly, que arregala os olhos surpresa. Câmera gira e mostra Liam, que sorri.
Kelly – Liam! Que surpresa!
Liam – Oi, vó.
Kelly – Entre, entre.
Liam entra e a porta se fecha. Corta para o interior da casa e vemos os dois caminhando em direção à sala de jantar.
Kelly (sorridente/ estranhando) – Vejo que está uniformizado. Não deveria estar na escola?
Liam (os dois se sentam no sofá) – Sim, sim.
Kelly – Não teve aula?
Liam – Tive sim. Na verdade, está tendo aula, mas o que eu vim fazer aqui é mais importante.
Kelly – Liam, não quero que você entre em problemas na escola, muito menos com o seu pai.
Liam – Não, tudo bem. E ele não precisa saber, vó.
Kelly (repreendendo-o) – Liam.
Liam – E eu vim aqui bem rápido.
Liam abre sua mochila, enquanto Grayson desce as escadas com uma pasta aberta nas mãos e com seus óculos no intermédio do nariz, lendo um papel que há nela. Liam retira dois envelopes de sua mochila e logo olha para Grayson, que se aproxima deles.
Grayson (sem tirar os olhos do documento) – Onde já se viu uma coisa dessas? O cara é encontrado chapado, é acusado de roubo, encontram drogas em sua mochila e ainda quer que eu o defenda?
Kelly – Grayson.
Grayson (para/ sem tirar os olhos do documento) – Não defendo marginais, Kelly.
Kelly – Liam está aqui.
Grayson fecha a pasta, abaixando-a. ele olha para o lado e tira seus óculos, surpreso.
Grayson (estranhando) – Liam?
Liam (sem jeito) – Oi... Vô.
Grayson – Que faz aqui?
Liam se levanta e entrega os dois envelopes a ele. Grayson se senta ao lado de Kelly, que se inclina para ver.
Grayson – O que é isso?
Liam (permanece de pé) – São os convites da formatura do meu pai.
Kelly (radiante/ tira um dos envelopes das mãos de Grayson) – Nossa! Mas já? (pondo uma mão na boca) Nossa, o tempo passou tão depressa!
Grayson (põe a pasta de lado/ lendo o envelope) – Então ele vai mesmo ser arquiteto...
Liam – Sim.
Grayson – E a formatura é amanhã?
Liam – Sim.
Grayson (levantando-se) – Só podem estar brincando, não?
Kelly (levantando-se) – Grayson!
Liam – Como assim?
Grayson – Garoto, a formatura dele é amanhã! Se nós decidirmos ir, teremos que escolher ternos, sua avó terá que escolher vestido... Enfim, essas coisas. Vai dar trabalho!
Liam – E desde quando isso foi problema pra vocês?
Grayson – A formatura é amanhã! Os convites devem ser entregues com pelo menos um mês de antecedência!
Liam (abaixa a cabeça) – Eu sei, mas... (pausa) Me desculpa. (olha para Grayson) Na verdade meu pai nem ia... Digo, eu fiquei encarregado de entregar os convites e... (Grayson bufa e olha para o lado) Eu andei ocupado com algumas provas, com o projeto final do meu pai e algumas outras coisas...
Kelly (estranhando) – Projeto do seu pai?
Liam – É, eu meio que ajudei ele com o projeto enquanto ele tava ocupado com provas finais e tudo mais.
Grayson – Típico dele mesmo. Jogando suas responsabilidades pra cima dos outros.
Liam (sério) – Não, eu que me ofereci pra ajudar. (pausa) Me desculpa não ter vindo antes e...
Kelly (a Liam) – Não tem problema, querido. Nós estaremos lá. (a Grayson) Não é, Grayson?
Grayson – E você pensa que é assim? A gente ficou com as sobras dos lugares! Com a desistência de algum membro da família de um outro alguém.
Liam – Claro que não, eu só demorei pra...
Grayson (interrompendo-o) – É fácil demais pra vocês que vivem juntos, ignorar o meu mundo e o da sua avó. Se vocês querem dar sobras, joguem um osso a um cão, mas mão faça isso conosco.
Liam – Eu pensei que pelo menos o senhor pudesse fazer isso por mim. E olha que eu nem usei a palavra “quisesse”, pois sei que é contra tudo que o meu pai faz, mas quer saber? Vai se quiser. Tchau, vó!
Liam põe a mochila nas costas, gira os calcanhares e segue em direção à porta, saindo da sala de estar.
Grayson (sentando no sofá novamente) – Cada dia mais parecido com o pai. As atitudes... (balança a cabeça negativamente) Igualzinho.
Ouvimos a porta da sala batendo. Kelly começa a caminhar em direção à escada.
Grayson – Ah, Kelly...
Kelly (para/ vira-se para Grayson) – Você vai ligar hoje pro Hansen e mandar aprontar o seu terno para amanhã.
Grayson – Mas o que...
Kelly (autoritária) – Você vai ligar hoje pro Hansen e vai mandar aprontar o seu terno para a formatura de amanhã. (Grayson toma ar para falar) É o seu filho, Grayson! (ele ajeita a gravata) É o seu filho que finalmente vai se formar numa faculdade. Não é a que nós planejamos, mas ele é feliz no que faz e também temos que estar felizes por ele. Se não fizer pelo seu neto, tudo bem. Eu entendo porque vocês não estão numa fase boa. Mas pelo menos faça isso por mim. (pausa) Isto é, se não quiser me perder também.
Kelly se vira e sobe as escadas. Câmera mostra Grayson encarando o nada. Ele olha para a mesa de centro, onde vemos a imagem de um papel azul, onde se lê “Informativo Bronx High - Dia das mães”.
Corta para:
Dixon’s – Int. Noite
Vemos pequena movimentação na lanchonete. Aiden entrega um prato a um cliente e volta para o balcão, dirigindo-se ao caixa. A porta da lanchonete se abre e Aiden avista Hanna. Sua expressão vai de sério a bobo num instante. Ela se aproxima do balcão, enquanto Olivia e Sophie, que estão numa mesa, passam a repará-la.
Aiden – Oi...
Hanna sorri, inclina a cabeça e o beija carinhosamente. Olivia e Sophie levantam um pouco o pescoço para vê-la.
Hanna (sentando-se ao balcão) – Como vai?
Aiden – Ótimo. (um grupo de pessoas levanta da mesa) Ali, abriu um lugar.
Hanna – Ah, não. Eu vou ficar aqui pra ficar mais perto de você.
Os dois sorriem e conversam, enquanto Emily entra na lanchonete acompanhada de Leo. Os dois conversam animadamente.
Emily – Eu sei, eu sei. O Chip vai me buscar após a sua cerimônia e eu vou pra casa dele. Disse que tem uma surpresa pra mim. Mas pode deixar que eu já me organizei pra amanhã, tá bom?
Leo (sorrindo) – Tá bom. Ih, uma mesa livre.
Emily – Ótimo.
Os dois se dirigem à mesa e se sentam. Olivia e Sophie observam os dois.
Leo – Mas então, hoje ainda é quarta-feira.
Emily – E o que que tem?
Leo – Você vai pra casa dele...
Emily (interrompendo-o) – Eu não vou passar o fim de semana lá não. Ah, e por falar nisso, eu lembrei que vou me mudar semana que vem e vou contar com a ajuda de você e do Aiden.
Leo – Então você já decidiu a data que vai voltar a morar com a sua mãe...
Emily – É... E você e o Aidenzinho ali vão me ajudar a carregar todos os trambolhos. Estejam preparados.
Os dois riem. Olivia e Sophie se levantam e se aproximam, enquanto Emily acena para Aiden, que está encantado conversando com Hanna.
Leo (olhando o cardápio) – Já chamou ele?
Emily – O Aiden tá ocupado apaixonado pela Hanna.
Leo (olha para o balcão) – Tsc... E o Bill?
Emily – Ainda não apareceu.
Olivia e Sophie param ao lado de Leo, que sorri ao vê-las.
Olivia (cruza os braços/ olhando para Leo) – Sabe, Sophie... Eu fico triste quando algumas pessoas ignoram aquelas que sempre fizeram parte da sua vida, sabe?
Sophie (olhando para Leo) – Sei bem como é, Olivia.
Leo (franzindo as sobrancelhas) – É comigo?
Olivia (fingindo surpresa/ com a mão na boca) – Oh! Leo, não te vi aí!
Leo – Ah, não viu?
Sophie – Estávamos falando exatamente de você. (Emily sorri)
Leo – De mim?
As duas puxam duas cadeiras da mesa e se sentam, ao lado dele, que estranha e levanta os braços, como se estivesse se rendendo. Emily continua acenando para Aiden algumas vezes.
Leo – Por favor, Só me deixem vivo! Eu tenho um filho que precisa muito de mim.
Sophie – Sabe, Leo...
Leo (abaixando os braços) – Não, o que?
Sophie – Vou te contar uma história. (Leo e Emily se entreolham) Era uma vez um pato que nasceu meio diferente dos demais, e era rejeitado pelos demais.
Leo – O patinho feio?
Sophie (séria) – Ele teve uma vida bastante sofrida e marcada pela rejeição.
Olivia – Sim, é verdade.
Emily – Onde vocês querem chegar com toda essa conversa?
Sophie – Que o pato feio teve que fazer muita coisa pra chamar atenção, pois ele era rejeitado sempre. (Leo e Emily se entreolham)
Olivia – E ele se sentiu ainda mais ferido e rejeitado, quando não lembraram de convidá-lo para o baile.
Leo – Teve baile nessa história? (Emily acena para Aiden novamente, que a olha)
Sophie – E foi uma injustiça, já que ele participou da vida dos irmãos e foi simplesmente...
Leo – Deixa eu adivinhar: rejeitado?
Sophie – Ignorado.
Leo (soca a mesa de leve) – Droga, errei.
Sophie – Ou seja, ele não foi convidado para o baile.
Leo (sem entender) – E...?
Olivia – Assim como não fomos convidadas para a formatura de certo alguém.
Leo (comprime os olhos) – O-oh.
Sophie – Estamos muito arrasadas, Leo!
Olivia – Decepcionadas.
Leo – Ok, deixa eu esclarecer e perguntar algumas coisas.
Olivia – Vá em frente.
Aiden (aproximando-se) – Pois não? (todos olham para Aiden) Que?
Emily – Até que enfim! Estou há meia hora te chamando e você ali namorando a Hanna.
Aiden – Ciúmes? (Emily permanece séria) Tá bom, vai querer o que?
Emily – Waffles com mel e um suco de laranja.
Aiden – E você, Leo?
Leo – Ah... Pode ser a mesma coisa, acompanhada de uma foice.
Aiden – Ok. (terminando de anotar os pedidos) E parem do olhar pra mim, sabem que eu não gosto. (vira e segue)
Olivia (a Leo) – Vai explicar por que não nos convidou ou não?
Leo – É que eu prezei pela família.
Sophie – Norah e Aiden são sua família?
Leo – Eu meio que... Os considero. (pausa) Sim. Eles são minha família.
Olivia – Emily e Chip são sua família?
Leo – Olha...
Sophie – O Liam é sua família? (Leo franze a testa e coça a cabeça)
Olivia – Ele é, Sophie, presta atenção!
Sophie – Tá, mas e a Hanna que está ali sentada toda bonita e provocante no balcão?
Leo – O que tem a Hanna?
Sophie – Ela é sua família?
Olivia (batendo no peito) – Nós te acolhemos na cidade, Leo! Nós! Nós fazemos parte da sua vida e fomos rejeitadas e ignoradas como se fôssemos lixo.
Sophie – Como se fôssemos aquele chinelo velho que você esquece em baixo da cama e só volta a usar quando o novo arrebenta.
Leo – Ok, me desculpem. Olha, se fosse assim, eu teria que convidar a cidade inteira, pois todos me acolheram. E eu não ignorei vocês. Nós apenas temos limites de convites e a Hanna, que está ali sentada toda bonita e provocante no balcão, nem vai, assim como o Chip, que também não vai.
Olivia e Sophie se entreolham, sem jeito.
Sophie – Bom... Sendo assim...
Olivia – Ah, nem fomos tão ignoradas assim, não é.
Leo – Claro que não! Eu convidaria vocês antes de todo mundo!
Sophie e Olivia se entreolham satisfeitas.
Aiden (aproximando-se) – Bom pessoal, aqui está... (distribuindo os pratos) Waffles e suco de laranja pra você... E pra você.
Leo – Valeu, Aid.
Emily – Obrigada.
Aiden – E a parada do trabalho?
Leo – Ah, deu certo. Vou me formar amanhã.
Aiden (sorri) – Poxa, que bom, cara. Parabéns!
Leo – Obrigado.
Aiden – Bom, deixa eu voltar para o balcão.
Olivia e Sophie se levantam e encostam as cadeiras de volta.
Olivia – Sabe, Aiden, ainda não conhecemos bem a Hanna.
Aiden (sério) – Ah, não! Nem vem!
Aiden aperta o passo e elas o seguem.
Leo – Agora me explica o porquê da história do patinho feio?
Emily (rindo) – Será que ela se considera um?
Leo – Pela feiura ou pela rejeição?
Os dois riem e imagem mostra Aiden entrando na cozinha, enquanto Olivia e Sophie param ao lado de Hanna no balcão.
Corta para:
Bronx High – Ext. Tarde Seguinte
[música: “Someday” – Nickelback]
Vemos movimentação dos alunos na saída do colégio. Próximo ao estacionamento, vemos uma fila de estudantes para entrarem no ônibus escolar. Câmera desloca até uma mureta próxima dali, onde Liam e Chelsea estão sentados se beijando. Eles se afastam e sorriem. Liam se levanta e fica de frente para ela. Câmera pega, em close, os rostos dos dois de lado. Liam encosta sua testa na de Chelsea e os dois sorriem. Ele acaricia o rosto dela, que sorri enquanto o abraça. Eles se entreolham por alguns instantes e logo se beijam. O beijo começa leve e delicado, tornando-se intenso aos poucos. Ela interrompe o beijo, afastando-o com as mãos.
Liam – O que foi?
Chelsea (encabulada) – Não, nada.
Liam se afasta, ajeitando a gravata e a túnica de seu uniforme, enquanto Chelsea passa as mãos em seu cabelo, prendendo-o em forma de rabo-de-cavalo. Ela desce da mureta e os dois dão as mãos, caminhando em direção ao ônibus em seguida. Câmera agora pega os dois de frente.
[música cessa lentamente]
Chelsea (entusiasmada) – Como foi a natação hoje?
Liam (sem jeito) – Boa...
Chelsea – Já tentou entrar pra equipe?
Liam – Eu não vou entrar pra equipe de natação.
Chelsea – Hum... (pausa longa/ nota Liam um pouco sério) Ah, desculpa não ter ido lá na piscina pra te ver ou falar com você.
Liam – Não, tudo bem. (pausa longa) Vai na formatura hoje?
Chelsea – Vou sim. (pausa longa) E você vai no jogo amistoso de futebol hoje à tarde?
Liam – Não. O jogo é uma homenagem para as mães e eu vou estar ocupado com o meu pai.
Chelsea – Assim como você esteve ocupado ontem à noite na hora da apresentação da banda?
Liam – É.
Chelsea – Tudo bem.
Os dois caminham em silêncio e chegam em frente à porta do ônibus, parando atrás de alguns alunos que ainda entram. Liam para de caminhar, permanecendo de mãos dadas com Chelsea, que para em seguida. Ela o encara, um pouco encabulada e olha para baixo algumas vezes.
Liam – O que foi?
Chelsea o puxa rapidamente e lhe dá um beijo. Eles logo se afastam.
Liam (leve sorriso) – O que foi isso?
Chelsea (encabulada) – Eu... Eu... (respira fundo) Eu queria... Quero te falar uma coisa.
Liam – O que?
Chelsea (segura as mãos de Liam) – Eu... Eu... (olha para o lado algumas vezes) Liam, eu...
Ouvimos um som vindo do ônibus, como se fosse um espirro emitido pelos freios. Eles olham para o lado e veem a porta aberta, com o motorista olhando para os dois.
Liam – Vai lá, depois a gente conversa.
Chelsea (aliviada) – Não vai de ônibus?
Liam – Não, meu pai vem me buscar e vou almoçar com ele.
Chelsea – Ok...
Novamente, ouvimos o som vindo do ônibus, como se fosse um espirro emitido pelos freios. Chelsea dá um selinho em Liam e entra no ônibus. O motorista fecha a porta e parte, deixando Liam ali parado.
Corta para:
Casa de Leo – Ext. Fim da Tarde
[música: “New Sensation” – INXS tocando alto num aparelho de som]
Imagem mostra a fachada da casa de Leo por alguns instantes. Corta para o banheiro do segundo piso, onde vemos Leo de frente para o espelho, terminando de ajeitar seu cabelo, enquanto canta e faz caras e bocas para o espelho. Ele está arrumado de camisa, calça jeans e tênis. Liam entra no banheiro em seguida, com seu cabelo um pouco molhado, e para atrás de Leo. Liam está com um pote de gel nas mãos.
Leo (cantando) – I got a new sensation… In perfect moments.
Liam – Já?
Leo (ainda se penteando) – Tô quase acabando. (cantando) Sleep, baby, Sleep.
Liam – Então, John Stevens, quando você acabar eu gostaria pentear o meu.
Leo – Primeiro que quem canta é o Michael Hutchence. O John só veio em 2000. (segura o pente como se fosse um microfone/ cantando) Gotta hold on you... (batendo o pé direito no chão, na batida da música) A new sensation, a new sensation! (voltando a pentear o cabelo) Cara, eu me amarro nessa música. Eu me sinto... A nova sensação, sabe? (olha para o espelho/ Liam gira os olhos) Cabei.
Liam (suspira) – Tá, tá, tá. Cai fora.
Leo põe o pente na primeira gaveta da pia, se afasta e Liam toma seu lugar na frente do espelho.
Leo – E pelo que me lembro, você tem espelho no seu quarto.
Liam (pondo uma toalha pendurada nas costas para proteger a camisa) – E você também tem no seu.
Leo – Mas eu cheguei primeiro.
Liam (abrindo o pote de gel) – Ah, a gente nunca briga pelo espelho e eu resolvi criar uma confusão antes da sua formatura.
Leo – Bom, já estou pronto. (saindo do banheiro) Te espero lá em baixo e desliga o som quando sair.
Liam (passando gel no cabelo) – Sempre sobrando pra mim...
[música cessa]
Corta para:
Sala de Aula Desconhecida – Int. Noite
Câmera desloca pela sala de aula, onde vemos alguns cabideiros, contendo algumas becas, espalhados pela sala. Vemos algumas pessoas terminando de se arrumar para a cerimônia. Leo está próximo à lousa, já de beca. Ele ajeita o capelo, enquanto Julia termina de ajeitar a capa ao redor dos ombros dele, fixando-a pelo velcro.
Julia – Você já botou o capelo? Era pra ter esperado eu terminar de ajeitar a capa.
Leo – O que é capelo?
Julia – O chapéu. (Leo ergue as sobrancelhas) Ah, e o pingente fica do lado direito. Aí, depois que você receber o diploma, você passa para o lado esquerdo, sorri pra foto e sai do palco.
Leo – Disso eu sei. Mas eu vou discursar, então tecnicamente, eu não saio do palco. (Julia sorri) E por que “capelo”? Me lembra “camelo”. Basta chamar isso de chapéu e pronto. Fica mais fácil e todo mundo entende.
Julia sorri e se afasta, dando as mãos a Leo.
Leo – Obrigado por fazer isso.
Julia (sorri) – De nada. (os dois dão um selinho)
Andrew (afastado) – Leo, está quase na hora.
Leo (vira-se) – Ah, sim, já tô indo.
Julia (Leo se vira de volta) – Bom... E o futuro?
[música: “Moon And Sun” – Gomez]
Leo – Não tenho muito no que pensar. Já tenho um emprego fixo, tenho um filho, estou me formando, tenho você... Minha vida vai ser a mesma e já tá praticamente tudo definido.
Julia – Sim... Está evoluindo como pessoa em vários pontos, mas ainda está namorando.
Leo (estranhando) – E isso é ruim?
Julia – Não, eu digo... (pausa longa/ olha para o lado algumas vezes) Você... Você não, nós. (pausa) Nós não somos mais adolescentes e... (respira fundo) Não acha que está na hora de você... Sei lá, pensar em dar um passo em outra coisa?
Leo – “Dar um passo em outra coisa”? Como assim “Dar um passo em outra coisa”?
Ian (aproximando-se/ batendo palmas animados) – Vamos, pessoal! Já estão chamando a gente para entrar!
Julia – Vai lá.
Leo se afasta, ainda com expressão duvidosa e pensativa. Ian o puxa pela mão e lhe dá um abraço. Andrew também se aproxima e pula, abraçando os dois. Câmera mostra os três abraçados. Foca o rosto de Leo no meio de Ian e Andrew. Ele está feliz, porém ainda com expressão de dúvida. O abraço termina.
Andrew – Vamos lá, pessoal vamos fazer bonito, afinal, nós merecemos. Ah, Leo. Quero falar com você depois da cerimônia, pode ser?
Leo assente com a cabeça e Andrew dá dois tapas em seu ombro. Os três sorriem e saem da sala. Julia olha ao redor e sai em seguida.
Auditório da Faculdade – Int. Noite
Câmera mostra a visão panorâmica do auditório decorado em vermelho. Câmera no palco mostra, em close, Leo já sentado numa das cadeiras da frente, onde estão os outros formandos. Ele está entre Andrew e Ian. Câmera ainda no palco mostra a plateia de modo geral. Numa fileira de cadeiras, vemos Norah, Aiden, Emily, Chelsea e Liam, nessa ordem. Na fileira de trás, vemos Grayson inquieto e Kelly ao seu lado, radiante. Ao lado de Kelly, está Ethan. Câmera volta em Leo, Andrew e Ian. Notamos Leo distante enquanto Andrew e Ian conversam. Ouvimos ao fundo a voz de um homem falando ao microfone.
[música anterior cessa lentamente]
Ian – Olha, eu sei que nós temos que marcar uma parada de despedida. Sabe do que eu tô falando, né?
Andrew – Da noite dos caras. Não é, Leo? (Leo está olhando fixamente para frente, pensativo)
Ian (animado) – É isso aí, brow! Barzinho, mulheres, festas...
Andrew – Tranquilo, mas eu não posso agora. Daqui tenho que resolver umas coisas e só vou estar livre mesmo no verão.
Ian – Estamos quase no verão.
Andrew – Mas eu quis dizer só daqui a algumas semanas.
Ian – Relaxa, vai ser antes mesmo de voltarmos à realidade. E você, Leo? O que acha?
Leo permanece olhando fixamente para frente, pensativo.
Ian (passando a mão em frente ao rosto de Leo) – Ei.
Leo (como se despertasse) – Meu Deus!
Andrew – Acordou?
Leo – Ela quer casar!
Andrew – Que?
Ian – Quem?
Homem (ao microfone) – Agora gostaria de chamar ao palco o orador da turma. Leo, por favor.
Leo respira fundo, com um leve ar de preocupação e se levanta. Ele segue pela fileira de cadeiras e caminha em direção ao palco, enquanto todo o auditório aplaude. Os aplausos e assovios cessam lentamente. Ele sobe os degraus e logo chega ao púlpito. Ele olha para a plateia e em seguida solta um suspiro. Câmera mostra Kelly com uma expectativa grande e Grayson sério.
Leo (leve nervosismo/ ora lendo um papel, ora olhando para a plateia) – É com orgulho e alegria que me apresento como orador da turma de formandos em arquitetura de 2012. Primeiramente eu quero agradecer a Deus por não ter feito o mundo acabar antes de conseguir minha graduação. (algumas pessoas riem) Também gostaria de agradecer aos meus amigos, à minha família e a todos que me... (fazendo o sinal de aspas com as mãos) “Colocaram” nessa posição. (pausa/ alguns riem) Bom... “Arquiteto” vem do grego arkhitektô, que significa "o construtor principal" ou “mestre de obras”. Aquele que conduz. Aquele que cria...
Leo continua a falar. Vemos que Grayson cruza os braços e suspira, olhando para o lado algumas vezes.
Ethan (inclinando-se/ apoia o braço na cadeira da frente) – Ô Liam.
Liam (virando-se para trás) – Que?
Ethan – Vai demorar muito?
Liam – Não sei. Eu nem sabia que meu pai ia discursar.
Eles continuam cochichando. Câmera desloca para Emily e Aiden.
Aiden (inclina-se para o lado/ olhando para o palco) – Tô tão orgulhoso por ele. Sabe, por ele ter conseguido.
Emily (emocionada) – Eu também, Aiden. (câmera foca seu rosto) Eu também.
Câmera mostra Julia em outro ponto do auditório observando compenetrada. Câmera volta em Leo.
Leo – Sendo assim, nós formandos fomos motivados ao longo desses anos por grandes nomes da arquitetura como Philip Johnson, Aldo Rossi, e até ouvimos falar de Oscar Niemeyer. (olhando para a plateia) Mas o que realmente me motivou foi outro grande nome, o nome da minha vida: Liam Foley.
[música: “Walking After You” – Foo Fighters]
Vemos Liam surpreso, assim como as pessoas que o cerca. Câmera mostra uma mulher escorada numa porta, localizada ao fundo do auditório.
Leo (continuando/ com os olhos marejados) – Ele não é arquiteto, muito menos famoso, mas... (sorri/ enxuga uma lágrima que cai) Mas foi ele quem me motivou. Foi esse pequeno grande homem que sempre me deu forças pra continuar. Seja qualquer dificuldade que aparecesse, ele estava lá. Meus amigos também me apoiaram muito, mas o Liam foi mais do que especial. Não pelo fato de ser meu filho, mas sim por ser o meu melhor amigo. (vemos Liam chorar) Em meio a diversas fases e transformações de nossas vidas, nós fomos os únicos que conseguimos misturar o brilhantismo de Frank Lloyd Wright com as aventuras dos Power Rangers contra a Rita Repulsa. E assim nós fomos vivendo e... E hoje estou aqui, cumprindo um objetivo em prol dele. (olha fixamente para Liam, que ainda chora) Muito obrigado, Liam. (pausa/ chorando) Você é a razão do meu viver e eu te amo!
Liam se levanta da cadeira e começa a apludí-lo. Todo o auditório se levanta em seguida. Agora todos o aplaudem e alguns até assoviam. Vemos Liam com lágrimas nos olhos, assim como Leo. Leo sorri, enxuga as lágrimas e sai do palco. Vemos também, Kelly chorando e Grayson com um sorriso. Corta.
Vemos uma fila de formandos no corredor do canto para pegar o diploma. Eles vão caminhando, à medida que são chamados. Dentre eles vemos Leo e Liam, ambos emocionados. Ouvimos o homem chamando alguns nomes no microfone.
Homem (ao microfone) – Andrew Lee Carter. (Andrew sobe ao palco)
Liam (ainda surpreso) – Seu sem-graça! Você discursou e não me disse nada!
Leo – Eu quis fazer uma surpresinha pra você. Gostou?
Homem (ao microfone) – Ian Collins. (Ian sobe ao palco)
Liam (sorri) – Dã, bobão!
Os dois se abraçam com força.
Homem (ao microfone) – Karen White Hills.
Liam – Obrigado mesmo, viu?
Leo (os dois se afastam) – Para com essa palhaçada de ficar me agradecendo e volta lá pro teu lugar. (Liam sorri) Ah, só uma coisa... De lá de cima eu tive a impressão de ter visto meus pais aqui.
Liam – É, eu... Entreguei o convite deles.
Leo – Você os chamou e não me disse nada!
Liam – Eu quis fazer uma surpresinha pra você. Gostou?
Leo (sorri) – Dã, bobão! Vai lá.
Leo bagunça o cabelo de Liam. Ele sorri, se vira e segue arrumando seu cabelo. A fila continua andando, enquanto o homem permanece chamando os nomes pelo microfone.
Homem (ao microfone) – Leonard Stevens Foley.
Câmera lenta, música predomina.
- Leo subindo as escadas do palco novamente;
- Vemos Kelly de pé, chorando bastante emocionada, com um lenço nas mãos;
- Liam chega em seu lugar e dá um selinho em Chelsea;
- Leo pega seu diploma, enquanto o homem chama outro nome;
- Ethan tira fotos de Leo;
- Julia o aplaude, orgulhosa;
- Leo dá alguns passos e olha para a plateia, sorrindo;
- Vemos Norah, Aiden e Emily aplaudindo Leo;
- Uma lágrima fina escorre dos olhos de Emily;
- Leo ergue seu diploma e passa o pingente do lado direito para o esquerdo;
- Liam o aplaude, orgulhoso;
- Leo faz uma careta e Liam retribui. Ethan tira a foto;
- Leo sorri e, ao virar para seguir caminho, olha para o fundo do auditório. Vemos seus olhos pararem fixamente numa mulher. Câmera foca seu rosto. Leo desfaz o sorriso lentamente.
Leo (sussurrando) – Brenda?
Câmera mantém o foco no rosto de Leo, pasmo, e frisa em seguida na mulher que está encostada no batente da porta, no fundo do auditório, observando a cerimônia. Foco no rosto da mulher.
Fim da câmera lenta. Câmera volta no palco, onde vemos Leo ainda parado enquanto outros formandos passam por ele.
FADE OUT
- - - - - - - - - - - - - - -
OPENING CREDITS
Starring:
Aiden Turner AS Leo Foley
Asher Book AS Liam Foley
Cameron Mathison AS Aiden Dixon
Chris Warren Jr AS Ethan Morgan
Jane Sibbett AS Monica Führ
Piper Perabo AS Emily Drewan
Kathy Bates AS Kelly Foley
Special Appearance:
Victor Garber AS Grayson Foley
Guest:
Wentworth Miller AS Andrew Carter
Eric Winter AS Ian Collins
Robbie Amell AS Brick
Timothy Busfield AS Sr. Frist
Denise Richards AS Hanna
Rita Moreno AS Sophie
Betty White AS Olivia
Dilshad Vadsaria AS Julia
Olympia Dukakis AS Norah
Kirby Bliss Blanton AS Chelsea
Sarah Wayne Callies AS Brenda
Created by: Eduardo Avellar
Written by: Eduardo Avellar
Music Theme: "Where the Lines Overlap" performance by Paramore
Music end of episode: " Black Horse and the Cherry Tree" performance by KT Tunstall
Soundtrack:
"Given To Fly" – Pearl Jam
"Slow Poison " – The Bravery
"Someday" – Nickelback
"New Sensation" – INXS
"Moon and Sun" – Gomez
"Walking After You" – Foo Fighters
END CREDITS
FOLEY BOYS™ 1x20: LEO’S GRADUATION
©COPYRIGHT 2012 - ALL RIGHTS RESERVED
Relacionados

0 comentários: