0:00 min       FOLEY BOYS     SÉRIE
49:00 min    


WEBTV APRESENTA
FOLEY BOYS


Série de
EDUARDO SOARES DE AVELLAR


Episódio 05 de 21





Asher Book em off – Nos episódios anteriores de Foley Boys.
Cena: Bronx High – Int. Manhã
Brick (recolhendo os livros) – Só vou avisar uma vez e vai servir pros dois. Nunca, jamais e em tempo algum cruzem o meu caminho!
(...)
Brick – Não fuja, Foley!
Liam – Não enche, Hawkins!
Brick – Você pretende entrar no Romans Bronx?
(...)
Liam (tom) – Eu não tenho interesse nenhum em entrar na porcaria do seu jornal patético, valeu? Que se dane se eu tirei um “A”. Que se dane se você é o editor chefe, ou gerente geral de suporte, ou o melhor amigo do zelador. Eu não quero concorrer com você, eu não quero me envolver em qualquer coisa que tenha o seu nome. Só quero viver a minha vida longe de você. Agora vê se arranja um tempo e me deixa em paz.
Cena: Dixon’s – Int. Tarde
Emily – Vai me contar que diabos está acontecendo aqui?
Aiden – Essa gente maluca...
Senhora – Maluca não! Olha lá como fala de nós. Somos os seus clientes fiéis e temos direito de reclamar quando estamos sendo prejudicados.
Aiden (sério) – Prejudicados em que, meu Deus do céu?
Emily – Pessoal, pessoal. Acalmem-se! Vamos resolver... O que quer que seja... Com calma.
(...)
Senhora – Ele moveu todas as mesas de lugar.
Emily – Ele fez isso?
Aiden – Fiz, e daí?
Senhora – Daí que...
Aiden (interrompendo) – Dona Olivia, a senhora não tem mais o que fazer não?
Olivia (indignada) – O que?
Emily – Aiden...
Aiden – Ao invés de ficar dando palpites de como eu ajo na minha lanchonete, por que não vai... Sei lá. Passear na cidade, comprar um jornal, ou molhar o jardim?
Olivia – Ok. Tudo bem. (pausa) Me aguarde.
Todos saem e só permanecem Emily e Aiden.
Cena: Sala do diretor – Int. Tarde
Sr. Frist – Estou lhe oferecendo uma vaga pro jornal da escola.
Liam (espantado) – O que?
Cena: Bronx High – Ext. Tarde
Leo desliga seu celular, o guarda no bolso da calça e mantém as mãos no bolso. Ele vê a mulher ajeitar o cabelo. Ela o olha rapidamente e mantém o olhar direcionado para a porta do prédio. Leo esboça um leve sorriso e olha para o lado, disfarçando. Ao olhar de volta, pega a mulher olhando pra ele. Ela desvia o olhar e Leo se aproxima.
Leo – Que demora...
Mulher – Verdade. Já estou ficando impaciente.
(...)
Leo – Esperando...
Mulher – Minha irmã mais nova. Ela estuda aí e eu só vim porque ela está passando mal. Sabe, vim buscar ela de carro caso passe mal pelo caminho.
Leo – Sei...
Mulher – E você? Esperando...
Liam (chegando de surpresa) – Hey!
Leo (apontando para Liam) – Ele.
Mulher – Legal. Também veio buscar seu irmão mais novo!
Leo (abraçando Liam) – Não, ele é meu filho.
Mulher (impressionada) – O que? Filho?
Cena: Sala do jornal da escola – Int. Tarde
Liam – Brick, presta atenção. Na verdade, eu nem queria estar aqui.
Brick (começa a caminhar) – Então tchau, saída pela esquerda.
(...)
Brick – Ok, Foley. Terças e quintas à tarde.
Liam (esboça um sorriso) – Ótimo.
Brick – Não me desaponte.
Liam – Não vou.
- - - - - - - - - - - - - - -
FADE IN
Sala da casa de Leo – Int. Manhã
[música: “Memories” – Weezer]
A imagem abre mostrando dois personagens do “Street Fighter” lutando no automático. Logo em seguida vemos “Player 1 winner”, e “Start Game” piscando na tela. A imagem se desvincula da TV até termos uma visão total da sala. Vemos Leo e Liam jogados no sofá dormindo. Leo está com as pernas esticadas em cima da mesinha de centro, enquanto Liam está deitado com a cabeça no braço do sofá e com uma das pernas em cima de Leo. Um dos controles do videogame está em cima de Liam. Vemos restos de pizza numa caixa de papelão aberta em cima da mesa, ao lado dos pés de Leo. No chão, há algumas embalagens de biscoitos e alguns farelos ao redor. Há também papéis de balas espalhados e algumas garrafas de refrigerante vazias. Perto do aparelho de som, há outra garrafa pela metade e algumas embalagens de chocolate. Leo se mexe e Liam abre os olhos bem devagar. Ele tira sua perna de cima de Leo, tira o controle de cima de sua barriga e se senta no sofá. Leo acorda em seguida. Os dois se levantam devagar e se espreguiçam. A imagem mostra os dois ali parados, apenas olhando para a bagunça. Eles suspiram e se entreolham. Leo e Liam caminham e param no início da escada. Eles olham novamente para a bagunça, suspiram e sobem as escadas lentamente, um ao lado do outro.
[música cessa]
FADE OUT

    

FADE IN
Praça – Ext. Manhã
Aiden vem caminhando pela praça com algumas sacolas nas mãos. Ele atravessa a rua e olha para o outro lado da praça. Ele avista sua mãe, conversando com uma outra senhora. Aiden continua caminhando e olha novamente. Ele percebe que as duas o encaram e olham para o outro lado. Ele acha estranho e segue seu caminho até dobrar a esquina e esbarrar em Emily.
Emily – Cuidado!
Aiden – Desculpa. Tudo bem? (Emily confirma com a cabeça) E aí, indo pra academia?
Emily (ajeitando sua camisa) – Ah, sim. Estou sim.
Aiden – Você não vai adivinhar quem está na academia nesse momento.
Emily – Brad Pitt e Angelina Jolie?
Aiden – Não.
Emily – Já desisto.
Aiden – Leo.
Emily – Leo? Que Leo?
Aiden – O Leo.
Emily – O Leo, Leo? Nosso Leo?
Aiden (balançando a cabeça positivamente) – O Leo.
Emily (surpresa) – Uau! Estou chocada.
Aiden – Pois é, ele tem ido direto agora e está levando isso muito a sério.
Emily – Bom, deixa eu ir então.
Aiden (cochichando) – Doida pra sair com ele, né?
Emily – Oi?
Aiden (sorrindo) – Nada. Ah! Chega aqui rapidinho, quero te mostrar uma coisa.
Os dois se aproximam do canto do prédio e observam a praça dali.
Emily (estranhando) – O que exatamente estamos procurando?
Aiden – Olha lá.
POV na mãe de Aiden e numa senhora ainda conversando do outro lado da praça.
Emily (ainda estranhando) – O que?
Aiden – Minha mãe com a fofoqueira da Olivia.
Os dois voltam para onde estavam.
Emily – O que tem isso?
Aiden – Acho que... Sei lá, eu tive a impressão de que a Olivia tava falando mal de mim pra minha mãe.
Emily (põe as mãos na cintura) – E como pode ter certeza disso?
Aiden – Eu tava passando e a Olivia virou a cara pro outro lado.
Emily – Estranho.
Aiden – Muito estranho.
Emily – Mas olha, eu adoraria participar desse episódio investigativo, mas realmente eu tenho que ir.
Aiden – A academia é aqui do lado.
Emily – Mas eu tô atrasada.
Aiden – Ok. Depois a gente se fala então.
Emily (sorrindo) – Tchau. (sai)
Aiden – Doida pra sair com ele...
Corta para:
Academia Body Gym – Ext. Manhã
[música: “Telephone” – Lady GaGa feat. Beyoncé tocando na academia]
Leo está de frente para um espelho, que ocupa toda a parede, levantando alguns pesos. Notamos que ele está suado e que há algumas pessoas por perto. Nesse momento, uma mulher chega à bancada que fica do lado do espelho, pega um par de halteres, dá uma rápida olhada para Leo através do espelho e começa a malhar. Leo percebe a olhada e termina seu exercício. Ele devolve seus halteres, pondo-os de volta à bancada. Antes de seguir caminho, olha para a mulher através do espelho. Ela sorri e ele retribui, um pouco sem jeito. Leo dá alguns passos e para, ficando pensativo por um instante. Ele volta, se aproximando da mulher.
Leo – Oi?
Mulher (sorrindo) – Oi.
Leo (balançando os braços para frente e para trás) – É que... Sei lá. (passa a mão na cabeça) Nunca te vi por aqui.
Mulher (parando de malhar) – Que cantada péssima! (põe seus halteres no chão)
Leo (junta as sobrancelhas) – Não foi cantada. Eu realmente nunca te vi por aqui.
Mulher – Mas eu já te vi por aqui.
Leo (surpreso) – Jura?
Mulher – Já é o terceiro sábado seguido que você aparece. Semana passada veio todo dia à noite... (sorri/ Leo permanece sério) Mas calma, não queria te assustar. Não sou nenhuma psicopata ou perseguidora, se é o que está pensando.
Leo – Não, tudo bem. Qual o seu nome?
Mulher – Paty.
Leo – Hum... Interessante. Paty. O meu é Leo. Você é da cidade?
Paty – Na verdade não. Sou de Nova York. Só vim para um casamento de uma amiga minha que foi há três semanas e acabei ficando.
Leo – Casamento aqui em Tudor?
Paty – Na verdade o casamento foi em Waterbury, mas só consegui me hospedar numa pousada bem simpática aqui. É a única da cidade, mas é bem simpática. Então, olhando no catálogo de lá, vi essa academia e resolvi aparecer. Tenho malhado desde então, já que não gosto de ficar parada. Mas pode ficar tranquilo que hoje mesmo vou embora, já que minhas férias estão chegando ao fim. Cidade pequena é um charme, mas definitivamente não me atrai.
Leo – É uma pena.
Paty – Bom, deixa eu me exercitar, pois já estou esfriando.
Leo – Ah, sim, claro. Esfriar é ruim.
Paty – Ah, só uma coisa... Não vai me chamar pra conhecer a cidade mais tarde?
Leo (põe as mãos na cintura) – Opa! Claro... (coçando a nuca) Onde? Que horas?
Paty – Bom, já que a gente se conheceu aqui. Que tal mais tarde, assim... Lá pras 7, na porta da academia?
Leo – Por mim pode ser.
Paty – Ou eu posso te buscar em casa de carro.
Leo – Vamos fazer melhor. Eu te busco na pousada com o meu carro, na mesma hora.
Paty – Então tá.
Paty sorri, ajeita o cabelo e começa a malhar novamente, enquanto Leo se retira. A imagem desloca para o balcão, onde Emily está. Leo vem passando.
Leo – Hey.
Emily (cruzando os braços) – Então você tem vindo direto, né?
Leo – Pois é. Tenho que manter a forma.
Emily – Tô gostando de ver.
Leo – Obrigado. Bom, deixa eu ir logo. Liam deve estar me esperado em casa.
Emily – Beijo.
Leo sai e Emily continua no balcão, acompanhando-o com o olhar.
[música cessa]
Corta para:
Marcadinho – Ext. Manhã
Liam e Ethan saem do mercadinho. Liam está com uma sacola nas mãos e os dois seguem caminhando pela calçada.
Ethan – Mas será que um dia, sem ser 29 de fevereiro do ano que vem, ela me nota?
Liam – A Ashley?
Ethan – Claro. De quem mais você acha que eu vou ficar falando?
Liam – Só cuidado pra você não começar a recortar as fotos dela que saem no jornal da escola pra poder montar um pôster ou uma colagem de fotos. É assim que as mentes psicopatas começam a agir. Juntam as fotos e depois começam com a paranoia de ficar perseguindo...
Ethan – Tá maluco?
Liam (suspira) – Só tô cansado.
Ethan – Ainda?
Liam – Nem te conto a hora que fui dormir.
Os dois chegam à esquina. Ethan começa a atravessá-la, mas ao perceber que Liam parou, volta.
Ethan – O que foi?
Liam (apontando para outro caminho) – Eu vou pra casa.
Ethan – E...?
Liam – É nessa hora que eu dobro à direita.
Ethan – Poxa, não quer nem me fazer companhia?
Liam – Vou fazer uma coisa com meu pai agora.
Ethan – O que?
Liam – Nada.
Ethan – E por que não quer me contar?
Liam – Coisa de pai e filho. Segredo.
Ethan – Mas eu sou seu melhor amigo. Não há segredos entre nós.
Liam (coçado a cabeça) – Eu sei, mas... Não é nada demais.
Ethan – Então qual o problema?
Liam – Nós vamos fazer coisas que homens não fazem.
Ethan (assustado) – Que?
Liam – Faxina.
Ethan (com a mão no peito/aliviado) – Ufa. Ei, tive outra ideia.
Liam – Não posso ir pra sua casa, já falei.
Ethan – Mas então. É uma ótima ideia. Ao invés de você ir lá em casa ver o circo pegar fogo, eu poderia ir na sua.
Liam – Pra quê?
Ethan – Como “pra quê”? Pra... Pra ajudar vocês na faxina.
Liam – Você tem certeza que quer mergulhar no entulho? Teremos muito trabalho, vai durar o dia todo e não podemos adiar.
Ethan – Vai durar o dia todo? Ótimo! (começa a caminhar)
Liam – Hey!
Ethan (para de andar e vira-se) – O que?
Liam – Você não pode ficar fora de casa assim o dia todo. Do que você tá fugindo?
Ethan (aproximando-se) – Liam, meu amigo. Eu prefiro fazer faxina um dia inteiro na sua casa com você e com seu pai, do que ficar na minha ouvindo o arranca-rabo entre meu pai e a minha mãe.
Liam – Ah... Era por isso que queria que eu fosse pra lá? Pra ver tudo de camarote e ficar sem-graça?
Ethan – Não! Mas com você lá, eles iam dar um tempo. Sabe, eu tô cansado das brigas deles.
Liam – Tá bom, ok, certo.
Ethan – Nossa, quantas afirmações!
Liam – Você pode ir lá pra casa.
Ethan – Yey!
Liam – Mas eu não me responsabilizo pelo seu cansaço.
Ethan – Vai ser divertido. Vamos logo, seu pai tá esperando.
Ethan sai andando e Liam o segue em seguida.
Corta para:
Sala da casa de Leo – Int. Manhã
[música: “The Boy With the Thorn in His Side” – The Smiths tocando num aparelho de som]
Liam entra, seguido de Ethan.
Liam (falando alto) – Pai, cheguei!
Ethan (olhando ao redor) – Deprimente...
Leo (em off) – Já vou!
Liam e Ethan caminham para a cozinha.
Ethan – E ainda ouvindo The Smiths?
Liam – Não fala mal porque eu também gosto.
Ethan – Quem passou por aqui? El niño ou Katrina?
Liam – Palhaço.
Ethan – Não, já sei. Foi um monstro gigante e faminto que invadiu a casa ontem à noite?
Corta para a cozinha. Liam coloca a sacola em cima da mesa e segue até a geladeira.
Liam – É que eu e meu pai fizemos um torneio de Playstation aqui em casa ontem à noite.
Ethan (puxa uma cadeira e se senta) – Um torneio de Playstation?
Liam (pegando uma garrafa de água e dois copos) – Sim.
Ethan – Um torneio de Playstation de duas pessoas?
Liam – Aham.
Ethan – Você e seu pai fizeram um torneio de Playstation envolvendo duas pessoas ontem à noite?
Liam – E qual o problema?
Liam coloca água nos dois copos e dá um para Ethan.
Ethan – Não foi torneio.
Liam – Como não?
Ethan – Vou te trazer o dicionário pra você ter uma ideia do conceito da palavra torneio.
Liam – Tá bom, tá bom. Foi uma maratona. Começamos com Tony Hawk’s Pro Skater 2, depois fomos pra Corrida Maluca, mas mudamos rápido pro Street Fighter porque meu pai sempre me faz escolher o Peter perfeito e eu não gosto dele. (Ethan fica sério) É porque ele sabe que eu prefiro a Penélope, mas ele acaba escolhendo ela primeiro. (Ethan toma um gole de água ainda o encarado) Que?
Ethan – Com tanta gente pra escolher vocês brigam pela Penélope?
Liam – Ela faz par com o Peter e os dois são um casal que... (Ethan permanece sério) Longa história.
Leo (vindo com uma toalha no pescoço) – E aí galera? (fingindo surpresa) Ethan! Você por aqui!
Ethan – Por livre e espontânea vontade, juro.
Leo – Ótimo! Vamos precisar mesmo da sua ajuda, já que temos um mutirão pela frente.
Ethan – Percebi quando entrei.
Leo – E nada de levar pro lado da escravidão, viu?
Ethan – E se passarem pela rua e verem um adolescente negro sem camisa e descalço capinando a grama?
Leo – Você sorri e nunca faça cara de sofrido, por mais que já esteja sofrendo. Qual é, estamos no século 21!
Liam – Tava tomando banho?
Leo – Sim. (sai pela porta da cozinha)
Liam – Tava tomando banho pra fazer faxina?
Leo (off) – Tava tomando banho porque vim da academia.
Liam – Pra fazer faxina depois?
Leo (vindo sem a toalha) – Por quê?
Liam – Podia tomar um banho só depois de tudo.
Leo – Deixa de ser porquinho.
Liam – É questão de poupar água. Aí depois da faxina você toma outro banho?
Leo – E daí?
Liam – Nada.
Leo – Ah, temos que acabar com a gambiarra que fiz e consertar de vez o varal ali de fora.
Liam – Que você arrebentou tentando se pendurar nele quando a gente tava brincando de... (Liam olha para Ethan)
Leo – Mas então pessoal... Vamos almoçar rapidinho e ir direto ao assunto.
Ethan – Por mim tudo bem.
Liam – Não tem almoço, acordamos tarde.
Leo – Não, acordamos cedo. E quer saber? Vamos comer no Dixon’s. Almoço por minha conta.
Ethan – Oba!
[música cessa]
Corta para:
Dixon’s – Int. Tarde
Há poucas pessoas na lanchonete. Aiden está no balcão, enquanto Leo, Liam e Ethan estão sentados à mesa terminando o almoço.
Leo – Hey, Aiden. Que cara é essa?
Aiden (aproximando-se) – Nada não... É só que... O movimento tem estado fraco. E acho que a Olivia tem a ver com tudo isso.
Leo – E como você sabe?
Aiden – Eu a vi fazendo fofoca de mim pra minha mãe hoje cedo. E como ela é a senhora mais influente da cidade, deve ter feito a cabeça de todo mundo pra não virem mais aqui.
Leo – Liga não. Logo logo eles voltarão e isso aqui ficará cheio de novo.
Liam – Mal posso esperar pra ver você se enrolar novamente.
Aiden (sério) – Fica quieto, pirralho.
Leo – Ei!
Aiden (falso sorriso) – Pirralho adorável. Mas... Vão querer mais alguma coisa?
Leo – Não, já acabamos.
Ethan – Acabamos?
Leo – Tá bom, tá bom. Quer mais alguma coisa?
Ethan (pensativo) – Hummm... Não.
Leo – Ótimo. (a Liam) Esse teu amigo aí só dá prejuízo, hein. Aiden, então põe na minha conta.
Aiden – Você não tem conta. Ninguém tem conta. Você come, você paga. Sem contas.
Leo – Então cria uma.
Aiden – Não existe conta e não vou criar contas. (falando ao redor) E ninguém vai criar contas aqui, fui claro?
Leo – Então traz a conta. Por favor. (Aiden suspira, se vira e sai) Cristo! Tá precisando dar uma modernizada nisso aqui.
A porta da lanchonete se abre e vemos Grayson acompanhado de Kelly.
Kelly (empolgada) – Meninos!
Leo (surpreso) – Mãe? Pai?
Liam – Vó!
Liam se levanta e abraça Kelly. Leo se levanta logo em seguida.
Grayson – Liam.
Liam (aperta a mão de Grayson, sem jeito) – Oi, vô.
Grayson – Leo.
Leo – Pai.
Liam – Vó, a senhora não conhece... Esse aqui é o Ethan, meu melhor amigo.
Ethan – Prazer.
Kelly – Que coincidência encontrar vocês por aqui!
Leo – É o mal de cidade pequena.
Grayson – Por que, não nos queria aqui?
Liam – Mas então, o que traz os dois aqui?
Aiden – Boa tarde! Sentem-se e fiquem à vontade.
Grayson – Obrigado.
Grayson e Kelly dirigem-se para a mesa ao lado e todos se sentam.
Aiden (entregando um papel a Leo) – A conta. (Leo o pega e Aiden volta para o balcão)
Kelly – Então. Estávamos passando pela cidade vizinha, quando Grayson teve a brilhante ideia de almoçar aqui. Disse que veio uma vez e que gostou da comida.
Leo (surpreso) – Jura, pai?
Grayson – É... A comida me agradou.
Leo – Bom, mas é uma pena eu não poder ficar pra bater um bom papo. (Grayson bufa) Se vocês chegassem um pouco antes...
Kelly – Mas por quê? Vocês já estão de saída?
Leo – Sim, nós...
Grayson (cortando-o) – Se você não nos quer aqui, avisa.
Kelly – Grayson!
Leo – Não, pai. É que nós estamos indo fazer faxina lá em casa hoje.
Grayson – Que?
Kelly – Vocês vão fazer faxina?
Leo – Sim, e estamos indo agora.
Leo se levanta, seguido de Liam e Ethan.
Kelly – É uma pena.
Grayson (irônico) – É... Uma pena!
Leo – Mas pra não dizerem que estou fugindo de vocês, se quiserem passar lá em casa outra hora. Sejam bem-vindos!
Kelly – Ok.
Grayson – Já que estão de faxina, outro dia passaremos por lá.
Leo – Ok. Vamos rapazes.
Eles se despedem de Grayson e Kelly. Em seguida, caminham em direção à porta, mas ela é aberta repentinamente de maneira abrupta. As pessoas que já estavam na lanchonete, se assustam com o modo que entraram. Leo segue para o balcão, enquanto várias pessoas vão entrando. Todos se dirigem ao balcão. De uma visão geral, vemos a lanchonete lotada.
Aiden (leve irritação) – O que está acontecendo aqui? Que invasão é essa na minha lanchonete?
Olivia – Aiden!
Aiden – Tinha que ser. Pois não?
Olivia – Tem uma pessoa querendo falar com você.
Aiden – Quem?
Do meio das pessoas, surge uma senhora.
Aiden (surpreso) – Mãe?
Senhora #1 – Eu sim.
Aiden – O que a senhora faz aqui? Nunca quis vir e...
Senhora #1 (interrompendo) – E nem faço questão. Sabe muito bem que só posso comer coisas saudáveis.
Aiden – Mas eu vendo coisas saudáveis.
Leo – O sanduíche de bacon com porção dupla de fritas é bastante saudável.
Aiden (irritado) – Obrigado pela ajuda, Leo. (Leo sorri)
Senhora #1 – Oi, Leo!
Leo – Olá, Norah. Tudo bem?
Norah – Tudo indo... Mas Aiden!
Aiden – Pois não?
Norah – O que houve com você?
Aiden – Como assim?
Norah – Essa não foi a educação que eu te dei.
Aiden (sem entender) – É o que?
Norah – Como você pôde tratar a Olivia daquele jeito outro dia?
Aiden – Ahhh, então é disso que se trata?
Olivia – Sim! Você me perguntou se eu não tinha nada pra fazer.
Aiden – Sim, mas... Você foi logo tratando de contar pra minha mãe, não é? (irritado) E querem saber? (tom) Vocês todos da cidade são um bando de loucos!
Norah (com as mãos na cintura) – Aiden!
Aiden (irritado) – Ficaram todos alvoroçados só porque movi a porcaria das mesas, mas elas já estão todas no lugar. Estão satisfeitos? (Todos olham ao redor)
Norah – Não!
Aiden – O que foi dessa vez, mãe?
Norah – Não estou satisfeita com os seus modos!
Aiden (falsa calma) – Mas mãe...
Norah – Quero que peça desculpas a todos.
Aiden – Me desculpa, mas a senhora quer que eu me desculpe por fazer faxina na minha lanchonete?
Norah – Não só por isso. Mas por tê-los tratado como pessoas quaisquer. Não foi essa a educação que te dei e não é de hoje que todos reclamam que você é muito rude.
Olivia – Isso é verdade. Sempre trata os outros mal, além de ser curto e grosso. Só faltou eu ser xingada e expulsa daqui a pontapés.
Senhora #2 – Eu também.
Aiden – Ei, Sophie! Quando eu tratei a senhora mal?
Sophie (sem saber o que falar) – Ah, foi...
Homem #1 – E eu. Só faltou eu ter sido jogado na sarjeta só porque faltaram 10 centavos.
Aiden (indignado) – Kane!
Kane – Mas foi verdade, ora!
Leo – E eu nunca ouvi você pedindo desculpas na sua vida. Por nada.
Aiden (irritado) – Até você, Leo?
Olivia – É verdade! Ele sempre tem que ser um brutamontes rabugento com todo mundo!
Todos começam a reclamar.
Aiden – O que?
Norah (tom) – Vai pedir desculpas ou não? (Aiden permanece sério)
Olivia – Sabe que a movimentação da lanchonete depende disso.
Liam (a Ethan) – Vamos assistir o Aiden pedindo desculpas pela primeira vez.
Ethan – Tem câmera aí?
Liam – Droga, vim sem nada.
Ethan – Poxa, Liam. Um momento raro desses!
Aiden (furioso) – Ok. A insanidade venceu. (Leo e Liam riem)
Aiden dá a volta no balcão e passa pelo meio das pessoas, enquanto Olivia cruza os braços e olha para o lado.
Aiden (furioso/ respirando fundo) – Olivia.
Olivia – Sim?
Aiden fica calado por um momento, olhando para o lado algumas vezes, enquanto Leo, Liam e Ethan ficam na expectativa.
Olivia – Tenho todo o tempo do mundo.
Aiden – Me... Er... (coça a cabeça) Me des... (balançando os braços) Me...
Olivia (com a mão na orelha) – O que? Não ouvi!
Aiden (bufa furioso) – Me desculpa?
Olivia cruza os braços e olha ao redor, com as sobrancelhas erguidas.
Aiden (se segurando, ainda furioso) – Me desculpa por ter tratado todos vocês como lixo.
Olivia (sorri) – Ok, querido! (todos sorriem) Bom, eu vou querer um sanduíche natural e um chá.
Sophie – E eu quero um café com creme.
Kane – E eu um...
Aiden respira fundo e sai bufando. Notamos ele vermelho, ainda furioso. Ele passa por Leo.
Leo (cantando, balançado o papel da conta) – Eu quero paga-ar, eu quero paga-ar, eu quero paga-ar!
Aiden entra na cozinha e logo um homem sai de lá.
Leo – Bill, que ótimo! Eu quero pagar e tem muita gente com fome.
Bill – Ok, ok. Calma pessoal, eu vou atender todo mundo. (para si) Tem muita gente aqui...
Grayson e Kelly se entreolham, sem nada entender.
Corta para:
Dixon’s – Ext. Tarde
Norah e Olivia saem da lanchonete e param a alguns passos da porta de entrada.
Olivia – Mas foi bom brincar com o Aiden coração de pedra.
Norah – Pelo menos acho que ele aprendeu a lição. Se não fizéssemos isso, logo logo ele estaria com a fama de rabugento. E isso é muito ruim.
Kelly (saindo da lanchonete) – Com licença.
Norah – Pois não?
Kelly – A senhora é Norah Dixon?
Norah – Sim, por quê?
Kelly – Não, é que... Eu sou a mãe do Leo.
Norah (arregalando os olhos) – Meu Deus! Muito prazer. (as duas se cumprimentam) Como vai?
Kelly – Bem, obrigada. Na verdade, eu gostaria de te agradecer.
Norah (estranhando) – Agradecer? Agradecer o que?
Kelly – Agradecer por ter acolhido meu filho e por ter cuidado dele e do meu neto todos esses anos.
Norah – Ah, que isso! Você também ajudou. Indiretamente, mas ajudou.
Kelly – Sabe, eu não pude... Participar muito dessa fase da vida do meu filho desde o nascimento do meu neto como gostaria, e... Eu só queria uma oportunidade de olhar nos olhos da mulher que fez com que tudo na vida dos meus meninos fosse possível.
Norah – Nossa! Assim, eu até fico sem jeito.
Olivia (chorando) – Eu também. Eu não posso com isso. Me desculpem. (sai)
Norah (sorrindo) – Não liga, a Olivia é boba.
Kelly – Muito obrigada mesmo. De coração.
Norah – Que isso! (As duas se abraçam) Mas e o seu marido? O que ele acha de você ter ajudado seu filho com o Liam recém-nascido?
A porta da lanchonete se abre e as duas olham para ver quem é.
Kelly – Grayson!
Grayson (guardando a carteira no bolso) – Já paguei a conta. Nossa, tive que enfrentar uma fila enorme pra isso. Vê se pode? E olha que a cidade é pequena.
Kelly – Grayson, querido. Essa aqui é a Norah. Foi... Ela quem ajudou o Leo quando... Enfim, quando ele saiu de casa.
Grayson (sério) – Olá.
Norah – Muito prazer.
Grayson (à Kelly) – Bom, vamos?
Kelly – Vamos sim. (Grayson sai)
Norah (cochichando) – Percebi.
Kelly – Pois é. Ele me mataria se soubesse. (as duas ficam caladas por um instante) Bom, deixa eu ir.
Norah – Vai com Deus.
Kelly – Tudo de bom e... Mais uma vez, obrigada.
Norah – Prazer em conhecê-la!
Kelly sai e Norah apenas sorri.
Corta para:
Casa de Leo – Ext. Fim da tarde
A imagem mostra Liam e Ethan jogando frisbee um para o outro no gramado da frente da casa, com aparência de cansados. Leo abre a porta principal e chega neles com duas latinhas de refrigerante nas mãos.
Leo – Aí garotada! Refrigerante pra acabar com o cansaço.
Liam joga o frisbee para Ethan, mas joga alto. Vemos o objeto voar para o telhado.
Ethan – Ah, não cara!
Leo – O que foi?
Liam – Ele tá falando do frisbee.
Leo – O que tem ele?
Leo entrega os refrigerantes para eles, que se sentam na grama.
Ethan – É que deu o maior trabalhão pra tirar ele do telhado e agora o Liam se encarregou de mandar ele de volta pra lá.
Liam – Não esquenta. Isso prova que o lugar do frisbee é no telhado.
Ethan – Tá bom.
Liam – Aquilo é velho. Está lá em cima há dois anos.
Leo – E meio.
Liam – Que seja.
Leo – Bom, rapazes. Vocês estão um caco, mas não era isso que eu ia dizer. Eu ia dizer “divirtam-se”.
Liam – Não tem como. Estamos cansados.
Ethan – E eu daqui a pouco vou pra casa.
Leo – Bom, vou tomar banho pra sair.
Liam – Vai aonde?
Leo – Não te falei hoje cedo?
Liam – Eu teria me lembrado.
Ethan – E eu também.
Leo – Ethan, não está na hora de você ir pra casa não?
Ethan (olha o relógio) – Não. Meu pai chegou do bar agora, provavelmente bêbado, e deve estar tendo outra discussão. Melhor eu ir daqui a meia hora.
Leo (suspira) – Ok.
Liam – Mas pra onde você vai?
Leo – Sair.
Liam – Com quem? Sozinho?
Leo – Tem essa mulher da academia...
Ethan – Emily?
Leo – Não. Paty.
Liam – A Emily mudou de nome?
Leo – Não. Eu conheci ela hoje, achei ela interessante e vamos sair. Só isso, sem compromisso. (Liam fica sério) O que foi?
Liam – Nada, é que... Você não me avisou, só isso.
Leo – Liam. Qual é! É sem compromisso. Se fosse algo de mais extrema importância eu falaria.
Liam – Mas isso é algo de mais extrema importância. Meu pai tá de namorinho com alguém e não me conta nada.
Leo – Desculpa.
Todos ficam em silêncio por um tempo.
Leo (dando soquinhos no ombro de Liam) – Hein, hein, hein.
Liam – O que?
Leo – Desculpa.
Liam – Tá.
Leo – Jura?
Liam – Sim.
Leo – Então tá. Tô indo lá tomar banho e ficar gostosinho pra Paty.
Liam – Pai!
Leo (saindo) – Ei, eu pedi desculpas! Não tenho problema com isso, ao contrário do nosso amigo lá da lanchonete.
Ethan – Tá tudo bem mesmo?
Liam – Tá. Só achei estranho ele não ter me contado.
Ethan – Ele disse que conheceu ela hoje. O dia foi cheio, almoçamos e fizemos faxina. Só não deu tempo, ora.
Liam – Eu sei, e já disse que tá tudo bem. Relaxa.
Ethan (toma um gole de refrigerante/ olha para o telhado) – Será que o frisbee vai ficar lá por mais dois anos e meio?
Corta para:
Sala da Casa de Leo – Int. Noite
Temos uma visão geral da sala, e vemos tudo limpo e organizado. Leo desce as escadas, arrumado. Liam vem da cozinha e notamos que também está com roupas limpas. Ele possui uma caixa nas mãos.
Leo – Tô bonito?
Liam – Olha o que eu achei lá na cozinha.
Leo – Ah, sim. São alguns desenhos seus que eu achei no armário de tranqueiras.
Liam – Que legal. Eu andei olhando minhas obras de arte depois do banho. Ah, e por falar nisso, a água não tá esquentando no banheiro daqui de baixo.
Leo – Fica para a próxima faxina que só vai acontecer daqui a muitos anos.
Liam – Mas enfim. Estou me animando novamente.
Leo – Jura?
Liam – É. Vou voltar a desenhar. Tava comparando a foto da Jordana Brewster com o desenho que fiz dela. Ficou bom, modéstia à parte.
Leo – Ah, eu quero que você desenhe a minha ídola.
Liam – “Ídola”?
Leo – É que eu não sei se essa palavra tem feminino ou não. Na dúvida eu falo assim.
Liam – Quer que eu desenhe a Carmen Electra?
Leo – Ficaria eternamente grato. (olha o relógio) Bom, tenho que ir.
Liam – Vem aqui.
Leo se aproxima e Liam cheira seu pescoço.
Liam – Muito bem.
Leo – O que?
Liam – Mulheres não gostam quando o homem exagera no perfume e você passou na primeira fase.
Leo – Primeira fase?
Liam – Sim. Agora vamos ver se você é bom de papo.
Leo – Mais essa agora. Um pirralhete de 16 anos querendo me ditar as regras de como sair com mulheres.
Liam – Tchau, pai.
Leo (saindo) – Tchau.
[música: “Cast No Shadow” – Oasis]
Leo sai e fecha a porta. Liam vai para a janela e temos o ângulo de visão dele.
Liam – Pai!
Leo (voltando-se) – Sim?
Liam – Pelo amor que você tem a Deus. Se cuida.
Leo sorri e faz um sinal com a mão, como se fosse uma continência, só que com apenas dois dedos, o indicador e o médio. Liam, com um certo ar de preocupação, o observa se afastando e logo volta para dentro. Ele senta no sofá e abre sua caixa. Câmera mostra Liam observando alguns desenhos.
Corta para:
Casa de Leo – Ext. Noite
Leo abre a porta do carro e avista Emily se aproximando.
Emily – Hey!
Leo – E aí, como vai?
Emily (rindo) – Aonde vai assim todo bonitão?
Leo – Sair.
Emily – Hummm, misterioso... Olha, vim te entregar isso.
Leo – Minhas luvas da academia!
Emily – Você deixou lá na academia, seu esquecido! Saiu todo bobo com alguma coisa e eu guardei elas pra você.
Leo – Pois é... Obrigado. Você sempre me salvando...
Emily – Bom, tenho que ir.
Leo – É, eu também. E obrigado.
Emily – Boa sorte no encontro.
Os dois sorriem e Emily começa a caminhar. Leo entra no carro.
Corta para:
Pousada – Ext. Noite
Câmera mostra a fachada de uma pousada. Próximo à entrada, vemos uma placa onde lemos “Tudor’s Inn”. Leo está apoiado em seu carro em frente à pousada. Vemos Paty sair, bem arrumada com um ar de empolgação. Ela sorri e os dois se cumprimentam com um beijo no rosto.
Leo (impressionado) – Nossa!
Paty (sorrindo) – O que?
Leo (olhando-a de cima a baixo) – Você está... Nossa!
Paty (sem jeito) – Para!
Leo – Vamos? Tá frio aqui fora.
Paty – E pra onde você pretende me levar?
Leo – Surpresa.
Paty sorri. Leo abre a porta do carona e ela entra. Ela dá a volta e entra no carro, que logo parte. Câmera se distancia, mostrando uma visão aérea. Permanece assim por um tempo.
[música anterior cessa]
Corta para:
Quarto desconhecido – Int. Noite
Leo e Paty entram no quarto. Enquanto Leo repara as coisas ao redor, Paty põe sua bolsa numa cômoda. Leo fecha a porta, ainda olhando o local.
Paty – O que foi?
Leo – Nada.
Paty – Não gostou do restaurante que me levou?
Leo – Não, não. Pô, se eu que te levei, seria estranho eu não ter gostado. (Os dois se aproximam)
Paty – Quer mais alguma coisa, tipo água, ou...?
Leo – Não, obrigado. Eu tô cheio. Digo, não de saco cheio, mas de barriga cheia.
Paty – Depois de três pratos como aquele eu também ficaria cheia. (os dois sorriem)
Leo – Bem simpático o quarto da pousada. Bem... Aconchegante.
Paty – Essa cidade é aconchegante. Pena que vou embora logo.
Leo – Pois é.
Os dois ficam calados por um tempo. Leo toma ar pra falar e Paty o cala com o dedo indicador. Ela o beija ternamente. Eles se afastam devagar e notamos Leo surpreso. Ele suspira lentamente e os dois se entreolham fixamente por alguns momentos.
[música: “You and Me” – Attack! Attack!]
Os dois se beijam empolgadamente. Paty tira a camisa de Leo, que por sua vez solta o cabelo dela e põe a mão na alça do vestido para tirá-lo. Os dois vão se beijando até caírem na cama. A imagem desloca até próximo do chão, onde vemos a sombra dos dois e algumas peças de roupas sendo jogadas.
FADE OUT
- - - - - - - - - - - - - - -
OPENING CREDITS
Starring:
Aiden Turner AS Leo Foley
Asher Book AS Liam Foley
Cameron Mathison AS Aiden Dixon
Chris Warren Jr AS Ethan Morgan
Jane Sibbett AS Monica Führ
Piper Perabo AS Emily Drewan
Kathy Bates AS Kelly Foley
Special Appearance:
Victor Garber AS Grayson Foley
Guest:
Heather Lindell AS Paty
Betty White AS Olivia
Olympia Dukakis AS Norah
Rita Moreno AS Sophie
Billy Gardell AS Bill
Alan Rickman AS Kane
Created by: Eduardo Avellar
Written by: Eduardo Avellar
Music Theme: "Where the Lines Overlap" performance by Paramore
Music end of episode: "Black Horse and the Cherry Tree" performance by KT Tunstall
Soundtrack:
"Memories" – Weezer
"Telephone" – Lady GaGa ft. Beyoncé
"The Boy With the Thorn in His Side" – The Smiths
"Cast No Shadow" – Oasis
"You and Me" – Attack! Attack!
END CREDITS
FOLEY BOYS™ 1x05: LET’S CLEAN
©COPYRIGHT 2011 - ALL RIGHTS RESERVED
Relacionados

0 comentários: