Família Virtual 1x03

    0:00 min       FAMÍLIA VIRTUAL     SÉRIE
09:00 min    

WEBTV ORIGINAL APRESENTA
FAMÍLIA VIRTUAL


Série de
Gabo Olsen & Cristina Ravela


Episódio 03 de 08








FADE IN

 

CENA 1 FACHADA – APÊ [MANHÃ]

 

LANA (V.O): Anda logo seus babacas!

 

Corta para o interior – sala

 

Close na cara de estupefata de Zih.

 

ZIH: Menina...Quer um loucazihpan? (Zih saca uma cartela de dentro de sua bolsa marrom) Ops! Essa tá vazia...

 

LANA: Esses garotos acham que vão a uma festa. É só uma visita ao túmulo do tatatatataravô de Ronald.

 

Maurus, Gabo, Luiz e Ronald apontam na sala.

 

RONALD: Essa visita é muito importante pra mim tá? E todo mundo visita seus parentes mortos no dia dos mortos.

 

MAURUS: O babaca aqui tá pronto, Lana. Já podemos ir.

 

LANA (fazendo uma risadinha forçada): Muito gozador. Quero ver se vão continuar assim se perdemos o trem.

 

GABO (cantorola): Se perdemos o trem, que sai agora às 11 horas, sóóóó amanhã de manhã...

 

RONALD: Caramba, Gabo! De onde você desenterrou isso?

 

GABO: Pergunte ao Luiz.

 

Luiz faz uma expressão orgulhosa e estufa o peito.

 

FADE OUT

 

FADE IN


CENA 2 RUAS DA CIDADE [MANHÃ]

 

O pessoal do apê caminha apressadamente pela calçada. Gabo ajeita a camisa amassada, Maurus verifica se o zíper está fechado, Luiz alinha o cabelo, Zih chupa uma bala e Ronald limpa os óculos e verifica, pondo de contra luz, se está limpo.
Detalhe para um mendigo cochilando sentado e encostado ao muro. Ao lado, um latão de lixo.

 

LANA: OLHA O ÔNIBUUUUUUUUUS!

 

Seu grito foi tão repentino e ensurdecedor que foi capaz de soltar a tampa do lixão e fazer o mendigo acordar de supetão.

 

MENDIGO (delirando/achando que está no bar): Bota uma aí!

 

Ao mesmo tempo, Zih se engasga com a bala e os óculos do Ronald quebram deixando-o horrorizado.

 

RONALD: AAAAAAh! QUEM VAI PAGAAAAAR? QUEM VAI PAGAAAAAR!

 

Lana puxa o garoto sem cerimônia e faz sinal pro ônibus. Luiz bate nas costas de Zih para que ela não morra.

 

GABO: Também se morrer já estará a caminho da cova.

 

Zih o olha espantada com a habitual mão sobre o peito.

 

MAURUS (cara de revoltado, olhos saltados/abre o bocão): ESPEEEEEEREM! (ele corre balançando o local do zíper)MEU ZÍPEEEEER!

 

Uma velhinha de bengala dá bengaladas nele.

 

VELHINHA: Seu taraaaaado! Quer jogar as coisas pra fora!

 

Maurus entra no ônibus esbaforido. A velhinha continua xingando fora do ônibus.

 

FADE OUT

 

 


 

 

OFERECIMENTO: 

 

 

 

 

ELENCO

 

 

GABO
(Bruno Olsen)

ZIH
(Cristina Ravela)

MAURUS
(autor de Adytum)
 

LUIZ FERNANDO
(autor de They)
 

LANA
(autora de Bingley's)

RONALD
(autor de Distúrbios)
 

 

1x03 - DESCANSE EM PAZ (PARTE 1)

 

 

FADE IN

 

CENA 3 Interior do ônibus – algum tempo depois

 

Toda a turma está sentada nas últimas cadeiras do coletivo. Lana observa Maurus AINDA tentando fechar o zíper.

 

LANA: Mas será possível?! (ela põe a mão onde não deve e puxa o zíper com força).

 

MAURUS: AAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAh!

 

O pessoal olha pra trás e a turma para olhando pra eles.

 

ZIH: Reparem não, minha gente. O garoto aqui não tomou remédio hoje...

 

MAURUS (murmurando e grunhindo para Lana): Me lembre de me vingar de você quando a dor passar.

 

De repente, o ônibus corre de mais e sacoleja o povo. Quem está atrás salta do assento como se estivessem numa cama elástica.

 

ZIH: Pow! Se eu tivesse peito grande bateria no queixo!

 

Os outros riem menos Lana que parece mais desconfortável.

 

LANA: Drooooooga! Sinto como se meu fígado batesse na garganta, carambaaaaaa!

 

Maurus se rasga de ri ao apontar a situação triste de uma senhora logo a frente.

 

MAURUS: Olha os peitos da “muié”! Atingem o nariz!

 

ZIH: Seguuuuuuuuuuuuuuuuuuura peão!

 

Gabo e Ronald riem de se acabar. Luiz fingia-se horrorizado com o deboche, mas trincava os lábios pra não rir.

 

Corta para o exterior do ônibus/costas

 

O ônibus parte mostrando o povo do apê rindo e sacolejando.

 

CORTA PARA

 

CENA 4 RUAS DA CIDADE [MANHÃ]

 

Close de lado do ônibus parado. Aparentemente não há ninguém pra descer até que Maurus salta como se fosse empurrado seguido de Ronald. Lana desce enfurecida e os outros descem logo atrás.

 

MOTORISTA: Isso é pra vocês aprenderem a não fazer algazarra no ônibus!

 

A câmera mostra o outro lado. O ônibus parte e revela a cara de desolado do povo do apê.

 

LANA: Tá vendo só o que vocês fizeram?

 

MAURUS: A culpa é do Ronald que foi dizer em alto e bom som que o silicone da mulher havia escorrido.

 

LUIZ: Eu só quero saber se alguém aqui sabe pra que lado fica o cemitério.

 

LANA: Depois vem com papo de que é vidente...

 

LUIZ(ignora): Vamos perguntar pr’quele senhor.

 

Um velho corcunda anda em passos lentos.

 

LUIZ: Por favor, sabe me dizer como faço pra chegar ao cemitério?

 

O velho para, dá uma pausa, pensa e se arrisca.

 

VELHO: Morto?

 

LANA: Aff! Velho babão!

 

Luiz mete a mão na frente dela como se fosse juiz marcando impedimento.

 

LUIZ: O nosso amigo aqui quer visitar um parente que morreu, o senhor poderia ou não dizer pra que lado fica o cemitério?

 

VELHO: Um parente dele morreu e foi parar no cemitério? Meu Deus!

 

ZIH (se enervando): Escuta aqui meu senhor eu já tô perdendo a paciêêêêêência...

 

RONALD: Não adianta, esse cara não quer colaborar. Desse jeito não chegaremos nunca no cemitério.

 

VELHO: Conheço um jeito de vocês chegarem mais rápido...(suspense/saca a arma por dentro da calça larga)Se não passarem a grana bando de turistas!

 

GABO: Ei! Eu não sou turista não!

 

VELHO: Passa, passa, passa!

 

Todo mundo teve que passar a grana. O velho sorriu e deu uma corrida incrível surpreendendo a todos.

 

Todo mundo encara Maurus e Ronald.

 

LUIZ: Eu não acredito que perdi meus 50 reais!

 

MAURUS: Ainda bem que eu só tinha 20...

 

Lana e Zih sacam suas granas de dentro do sutiã.

 

LANA: Mulher prevenida vale por duas.

 

ZIH: A droga é que só dá pra ida. A volta é que será o cão.

 

GABO: Só temos um jeito de resolver isso...

 

CORTA PARA

 

CENA 5 CALÇADA

 

Zih está na calçada balançando sua bolsa marrom.

 

ZIH (gritando ao léu): Bolsa boa custa pouco, vem do Rio de Janeiro e tá na minha mão hen!

 

Um carro passa lentamente. Corta para seu interior.

 

HOMEM (parece não ter escutado o merchan): Essas garotas vêm de longe pra fazer ponto aqui.

 

Volta para a calçada.

 

Os outros estão afastados enquanto Zih quase os fulmina com seu olhar.

 

Uma garotinha se aproxima da cena com sua mãe.

 

FILHA DA MÃE: Mãe, gostei da bolsa, compra pra mim?

 

MÃE: É muito grande pra você, minha filha.

 

ZIH (enrola): Tá super na moda lá no Rio. Todas as meninas usam e se alguém aparece com bolsa mini é zuada.

 

MÃE: Acontece que aqui não é Rio.

 

Do outro lado, Gabo ri.

 

ZIH: O Brasil não é Paris e, no entanto a moda vem de lá.

 

A mãe da garotinha parece irredutível.

 

ZIH (mostrando o interior da bolsa): Olha que beleza! Forro ótimo, bolso pra celular, dois do lado de fora pra pôr aquele trocadinho esperto pro ônibus e a cor marrom que combina com tuuudo!

 

MÃE: Se é tão bom por que não fica com ele?

 

ZIH (papo reto): Por que preciso da grana pra ir ao cemitério levar flores pro meu bisavô! (põe a mão no peito fingindo dor ao lembrar do bi querido).

 

FILHA DA MÃE: Compra logo, mãe!

 

ZIH: Lá no Rio tá cinquentinha, mas na minha mão é mais barato: 30 “conto”.

 

A mulher penalizada dá 40.

 

Finalmente a filha da mãe leva a bolsa. Close no passa e repassa a grana.

 

Zih vê sua bolsa partir e logo conta o dinheiro. Maurus chega junto rindo à beça.

 

MAURUS: Sua 171 dos infernos...Essa bolsa extra-grande custou 15 que você disse.

 

Ronald dá um tapinha nas costas dela.

 

RONALD: Essa é das minhas!

 

Luiz dá os pêsames a Zih pela bolsa que se foi.

 

ZIH: Essa você(Ronald) e o Maurus irão me pagar...

 

A tela se fecha em sua expressão maquiavélica.

 

CENA 6 ESTAÇÃO FERROVIÁRIA [EXT./TARDE]

 

A câmera focaliza a estação com pouca gente. Ouvimos uma rádio local. De lado, onde tem a porta de entrada, sai o povo do apê.

 

LUIZ: Será que o pessoal já tá tudo no cemitério?

 

Foi a vez de Gabo pôr a mão no peito assustado.

 

ZIH: Nós já perdemos o trem das onze. Vamos nos concentrar que o próximo já deve estar chegando. Depois de sermos expulsos do ônibus, sermos assaltados, ter a minha bolsa querida vendida e daquele cachorro que cismou com o Ronald, acho que nada mais de errado pode acontecer.

 

Ouvimos tocar Elton John - Sacrifice.

 

LANA: Putz! Era só o que faltava.

 

LUIZ: Isso é tãaaao nostálgico...

 

ZIH: Quando ouço essa música lembro de quando eu ia à feira e chegava na hora da xepa...

 

MAURUS: Eu vou lá reclamar pra tocar Amy Winehouse! Será possível que não podemos esperar pelo trem decentemente?

 

Zih tenta impedir, mas Maurus se aproxima de um dos funcionários.

 

MAURUS: E aí gente fina? Será que poderia trocar o som? Por que toda estação de trem tem que tocar músicas antigas?

 

FUNCIONÁRIO: Por que o pessoal lá de cima gosta...

 

Maurus olha para cima.

 

MAURUS: Jesus? Eu pensei que ele gostasse de Madonna.

 

O funcionário não gosta da brincadeira.

 

FUNCIONÁRIO: Tu respeita o nosso Senhor hen!

 

RONALD: Releva o que ele disse. Toca aí Lady Gaga.

 

FUNCIONÁRIO: Leidy o quê?

 

RONALD: O quê? Não conhece a Lady Gaga? Absurdo!

 

FUNCIONÁRIO: Seja quem for o pessoal lá em cima não deve curtir.

 

MAURUS: Ainda Jesus?

 

O funcionário lhe dá aquela olhada.

 

Lana afasta Maurus do funcionário religioso.

 

MAURUS: EU QUERO AMYYYY!

 

ZIH: Pare de gritar que nem uma hiena desesperada!

 

GABO: OLHA O TREM!

 

Zih afasta todos com uma braçada.

 

ZIH: Tea with me! (Zih faz sinal pro trem).

 

GABO (rindo): 'cê' tá maluca, ‘muié’?

 

LANA (bate a mão na testa): Não acredito que vi isso.

 

ZIH: Ih é! Culpa do Maurus e do Ronald.

 

MAURUS e RONALD: EEEI!

 

O trem para, pessoas sai e o povo do apê entra sem esperar que todas elas saem.

 

Um tempo depois...
Corta para o interior do trem

 

Lana, Zih, Luiz e Gabo estão sentados lado a lado. Maurus e Ronald estão de pé a frente deles. O trem para novamente em outra estação e um vendedor ambulante entra com uma sacola. Assim que o trem parte, o vendedor retira dvd’s da sacola. Três na mão.

 

VENDEDOR: Olha o Besouro aí, gente! Já saiu o dvd do filme! Paga 10 leva 3 hen!

 

HOMEM: Tem daquele...Do-do...Aquele lá...O...Ah! Michael Jackson.

 

VENDEDOR (com ginga carioca): “Dizdisisti”?

 

HOMEM: Hã?

 

O povo do apê disfarça o riso.

 

VENDEDOR: O filme recente dele? Tem sim, paga 5 ou 10 se levar 3.

 

HOMEM (tonto): Peraí, fala devagar que não entendi.

 

Maurus quase engasga de tanto ri. Ronald tampa a boca pra não sair uma gargalhada.

 

VENDEDOR: Se quiser levar 3 dvd’s a chefia vai pagar só 10 real. Se for levar só o Máico aí é 5.

 

O homem paga pelo “Dizdisisti” e sossega o facho de volta ao assento.

 

VENDEDOR: DVD DO MÁICO JEQUISU “DIZDISISTI”. É SÓ CINCÃO!

 

O trem para e o vendedor vai embora. Outro entra e dessa vez é um vendedor de água e coca-cola.

 

VENDEDOR: OLHA A ÁGUA! OLHA A COCA GELADINHA SOMENTE 1 REAL!

 

Gabo está hipnotizado ao ver seu vício ali.

 

GABO: Compra Zih! Pelo amor de Deeeeeeeus!

 

LANA: Deixa ele na fissura, Zih. Ele devia ter cuidado melhor da gente ao invés de deixar a gente ser assaltado.

 

LUIZ: Deixa de ser má. Olha o estado do moleque.

 

MAURUS: Aff, se ainda fosse uma vodka...

 

ZIH: Ah vou comprar logo se não o Gabo vai babar aqui.

 

Zih paga 5 cocas e 1 água para ela.

 

Gabo, com um olhar ensandecido, abre de qualquer jeito e bebe deixando-se babar.

 

ZIH: Ah, francamente viu, Gabo!

 

O trem para, o vendedor sai e outras pessoas entram, inclusive um senhor bem alinhado e sisudo.

 

Além dos burburios que se ouviam, os berros do vendedor parecia dar mais falta.
Maurus boceja segurando a coca que nem havia aberta, Ronald bebe e a cada golada é como se tivesse bebendo cachaça, Zih também boceja, Lana observa a paisagem às suas costas, Gabo está com cara de satisfeito e Luiz está de olhos fechados certamente meditando.

 

HOMEM SISUDO: O FIM DOS TEMPOS ESTÁ CHEGANDO!

 

Maurus desperta no susto, Luiz abre os olhos sem saber onde está por um momento e Zih parece ter tomado o Loucazihpan antes de sair de casa.

 

ZIH (desperta / ergue a mão direita): AMÉM!

 

Depois ela se dá conta que ainda está no trem.

 

HOMEM SISUDO (com a bíblia na mão): É PRECISO ACEITAR JESUS COMO SEU SALVADOR!

 

MAURUS (cochichando): Bom, se até Madonna aderiu...

 

LUIZ: Cala essa boca! Quer ser expulso do trem também?

 

O tal homem sisudo continua a declarar sua adoração a Deus.

O trem torna a parar e Lana arregala os olhos.

 

LANA: Já passamos duas estações!

 

LUIZ: Mas é claro! Vocês ficam hiehiehiehiehie!

 

ZIH: Pior que a testemunha da Santa Ceia vai descer junto com a gente.

 

Gabo ri.

 

MAURUS: Culpa do Gabo que nem pra avisar.

 

GABO: Fio do céu! E como é que eu ia prever que esse cara ia entrar aqui? Num sou Raíza não.

 

MAURUS (bate na própria testa): Sua anta! Eu to falando do itinerário.

 

GABO: Olha como tu fala comigo hen?

 

LANA: Ah parem já com isso!

 

O pessoal desce e corre para fugir do homem sisudo que insiste em proclamar a palavra de Deus.

 

A câmera se afasta e mostra todos correndo pela escadaria da estação.

 

FADE OUT

 

Continua no próximo episódio... 






CRIADO POR: Bruno Olsen & Cristina Ravela


ESTRELANDO:

Gabo
Zih
Maurus
Luiz Fernando
Lana
Ronald

PARTICIPAÇÕES ESPECIAIS:

Velhinha
Motorista do ônibus
Velho Assaltante
Homem no carro
Mãe
Filha da Mãe
Funcionário da estação
Vendedor Ambulante de dvd's
Vendedor Ambulante de água e coca
Homem no trem
Homem Sisudo pregador da palavra de Deus

TRILHA SONORA:

Elton John - Sacrifice

OFERECIMENTO:

Gabo-cola

ESCRITO E DIRIGIDO POR:  Cristina Ravela

PRODUÇÃO: Bruno Olsen & Cristina Ravela
 

Esta é uma obra de ficção virtual sem fins lucrativos. Qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência.


REALIZAÇÃO


Copyright
© 2009 - WebTV
www.redewtv.com
Todos os direitos reservados
Proibida a cópia ou a reprodução

 

 



Relacionados

0 comentários: